quinta-feira, 3 de dezembro de 2015

Imprensa internacional destaca processo de impeachment no Brasil

Eduardo Cunha anunciou que acolheu pedido do jurista Hélio Bicudo.
Notícia foi destacada em sites de jornais nos EUA, Reino Unido e Espanha.

Do G1, em São Paulo
A imprensa internacional deu bastante destaque à notícia de que o presidente da Câmara, Eduardo Cunha, autorizou a abertura do processo de impeachment da presidente Dilma Rousseff.
'The Wall Street Journal'
O site do jornal dos EUA colocou uma foto da presidente Dilma em destaque em sua seção de notícias internacionais, abaixo de notícias sobre atualidades, negócios, mercados e vida cotidiana. Na matéria, liberada apenas para assinantes, o jornal destaca que Eduardo Cunha afirmou "não estar feliz" tendo que tomar essa decisão.

Abertura do processo de impeachment da presidente Dilma Rousseff foi noticiada no site do jornal norte-americano 'The Wall Street Journal' (Foto: Reprodução/The Wall Street Journal)Abertura do processo de impeachment da presidente Dilma Rousseff foi noticiada no site do jornal norte-americano 'The Wall Street Journal' (Foto: Reprodução/The Wall Street Journal)
'The Guardian'
No site de um dos principais jornais britânicos, o 'The Guardian', a notícia foi divulgada também na home, ao lado da principal manchete, sobre um tiroteio ainda em andamento na Califórnia. Em sua matéria, o jornal destaca que "o Brasil afundou em sua pior crise política deste século após o presidente da Câmara ter aceitado o pedido para abertura do processo de impeachment da presidente Dilma Rousseff".

Abertura do processo de impeachment da presidente Dilma Rousseff foi noticiada no site do jornal britânico 'The Guardian' (Foto: Reprodução/The Guardian)Abertura do processo de impeachment da presidente Dilma Rousseff foi noticiada no site do jornal britânico 'The Guardian'; (Foto: Reprodução/The Guardian)
'El País'
O site do diário espanhol "El País" tinha o assunto como manchete principal no início da noite desta quarta (2), destacando que o processo contra a presidente se baseia em "manobras fiscais" do governo federal praticadas durante este ano. O diário cita em sua reportagem que Cunha alegou que não dava andamento ao processo de impeachment por "motivação  política", mas ressaltou que, mais cedo, a bancada do PT na Câmara anunciou que vai votar pela continuidade do processo de cassação do presidente da Câmara no Conselho de Ética.

  •  
Página principal do 'El País' destaca processo de impeachment contra Dilma (Foto: Reprodução/El País)Página principal do 'El País' destaca processo de impeachment contra Dilma (Foto: Reprodução/El País)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Eles estão caçando gays