Pular para o conteúdo principal

Justiça Federal determina suspensão das atividades do Instituto Lula



Juiz federal determina a suspensão das atividades do Instituto Lula
O juiz substituto Ricardo Augusto Soares Leite, da 10ª Vara Federal Criminal de Brasília, determinou a suspensão das atividades do Instituto Lula, entidade comandada pelo ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.
No despacho, assinado no último dia 5 e publicado nesta terça, o magistrado justificou que, mesmo que o Instituto Lula desenvolva projetos de cunho social, há indícios “veementes” de “delitos criminais” que podem ter sido iniciados ou instigados na sede do instituto, localizada em São Paulo.
Em nota, o Instituto Lula afirmou que não foi notificado oficialmente da decisão do juiz e que "seus advogados averiguarão as medidas cabíveis assim que tiverem o teor da decisão" (leia a íntegra da nota ao final desta reportagem).
“Como o próprio acusado [Lula] mencionou que no local [sede do Instituto Lula] se discutia vários assuntos, e há vários depoimentos que imputam pelo menos a instigação de desvios de comportamentos que violam a lei penal, a prudência e a cautela recomendam a paralisação de suas atividades. Há indícios abundantes de que se tratava de local com grande influência no cenário político do país, e que possíveis tratativas ali entabuladas fizeram eclodir várias linhas investigativas”, escreveu o juiz de Brasília em um trecho do despacho.
Para assegurar o cumprimento da decisão, o magistrado determinou que a superintendência da Polícia Federal em São Paulo, a Junta Comercial paulista e o presidente do Instituto Lula sejam comunicados da medida cautelar.
O magistrado relata ao longo do despacho que, ao depor à Justiça Federal, o próprio Lula comentou que o instituto já foi alvo de fiscalização da Receita Federal.
Soares Leite destaca, entretanto, que, no mesmo depoimento, o ex-presidente não comentou que teria ocorrido, pelo menos, uma operação atípica que levou o Fisco a suspender a isenção fiscal da entidade referente ao ano de 2011 por suspeita de desvio de finalidade.
Além disso, os técnicos da Receita contestaram doações de duas entidades sem fins lucrativos que, juntas, destinaram R$ 1,5 milhão ao Instituto Lula entre 2013 e 2014. O Fisco concluiu que houve desvio de finalidade no período investigado.
Ainda segundo o juiz, o próprio Lula mencionou em depoimento que chamava pessoas para conversar na sede do instituto - que era tratado pelo petista como "Posto do Ipiranga", em referência ao fato de a entidade estar localizada no tradicional bairro do Ipiranga -, para discutir assuntos que não tinham relação com assuntos sociais.
O magistrado destacou que essas conversas com aliados ocorriam no instituto "sem qualquer agendamento" ou "transparência em suas atividades".
Soares Leite observou que o ex-presidente da República convidou até mesmo investigados pela Operação Lava Jato, como o senador cassado Delcídio do Amaral (sem partido-MS), para reuniões no instituto.
Na avaliação do juiz, há indícios abundantes de que o Instituto Lula se trata de um local com "grande influência no cenário político do país" e que várias "tratativas" que ocorreram na sede da entidade geraram "várias linhas investigativas".
"Não se sabe o teor do que ali foi tratado, mas, por depoimentos testemunhais (mais especificamente o depoimento [do ex-presidente da construtora OAS] Léo Pinheiro prestado perante a Vara Federal em Curitiba), bem como o de várias investigações em seu desfavor, há veementes indícios de delitos criminais (incluindo o descrito nesta denúncia) que podem ter sido iniciados ou instigados naquele local", enfatizou.

Investigação

De acordo com a força-tarefa da Operação Lava Jato, a Odebrecht adquiriu um terreno para que o Instituto Lula construísse uma nova sede em troca de contratos firmados pela empreiteira com a Petrobras. A nova sede, porém, não saiu do papel.
O Instituto Lula afirmou que “funciona em uma casa adquirida em 1991, onde antes funcionava o Instituto da Cidadania. Não existe 'novo Instituto Lula'. Todas as doações ao Instituto Lula, fundado em agosto de 2011, são legais e registradas com notas fiscais”.
Nesta terça, em depoimento ao juiz Sérgio Moro, o pecuarista José Carlos Bumlai disse que o novo Instituto Lula "surgiu de uma conversa com a dona Marisa". Ele afirmou que era amigo da família do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, mas que, atualmente, não o vê há muito tempo.

Nota

Leia a íntegra da nota divulgada pelo Instituto Lula:
Nota: Instituto Lula tem histórico de 26 anos dedicados à transformação social
São Paulo, 9 de maio de 2017,
O Instituto Lula, desde sua primeira fase, tem uma história de 26 anos dedicados a apoiar a transformação da sociedade brasileira, superar a desigualdade, promover o desenvolvimento e apoiar a construção da democracia no Brasil e no mundo.
Na mesma casa onde funciona há mais de duas décadas nasceram projetos como o "Fome Zero" e o "Projeto Moradia", que mais tarde se consolidariam em políticas públicas no governo do ex-presidente Lula, como o “Fome Zero“, o “Bolsa Família“, o “Programa Minha Casa, Minha Vida“, o “Programa Luz Para Todos“ e o “Projovem“.
Em agosto de 2011, o Instituto Cidadania passou a se chamar Instituto Lula e continuou funcionando no mesmo endereço. Como Instituto Lula, promoveu debates públicos dentro e fora do país, reuniu estudiosos, acadêmicos, sindicalistas, empresários, jovens, religiosos, embaixadores, artistas, técnicos e produtores culturais, ativistas de redes sociais, blogueiros, jornalistas, representantes de movimentos sociais, de ONGs e dirigentes, além de autoridades e governantes do Brasil e de muitos outros países.
O Instituto compartilhou sua produção com a sociedade em eventos, publicações e com ferramentas de educação e pesquisa como o Memorial da Democracia e o Brasil da Mudança.
Até agora, o Instituto não foi notificado oficialmente da decisão do juiz e seus advogados averiguarão as medidas cabíveis assim que tiverem o teor da decisão.

http://g1.globo.com/politica/noticia/justica-federal-determina-suspensao-das-atividades-do-
instituto-lula.ghtml

Comentários

Eles estão caçando gays

ENTREVISTA NETINHO - LENDA VIVA DO ROCK BRASILEIRO LANÇA BIOGRAFIA

Gente, ontem à noite eu assisti à uma entrevista no Programa "PRAZER EM CONHECER" da REDE VIDA, cujo entrevistado era netinho dos incríveis. confesso que fiquei encantada com sua história de vida, seu jeito simples e com um belo sorriso no rosto durante todo o programa. sua fé em deus e o milagre que alcançou quando há 17 anos teve que de repente se submeter à uma cirurgia para retirar um câncer maligno da laringe, perdeu todas as cordas vocais e parte da laringe. foi desenganado pelos médicos que lhe disseram que ele jamais falaria, mas ele, enfim recuperou a voz e fala bastante. é considerado um miraculoso. recebeu de deus a graça de ter de volta o poder de falar. coisa de deus mesmo! eu me emocionei com suas palavras e sua filosofia de vida, e de muita fé em deus. por isso, achei por bem publicar essa outra entrevista do netinho. penso que as coisas boas devem ser espalhadas, multiplicadas, para que outras pessoas tomem conhecimento. vale à pena conferir!
Aparecida Ramos
Ne…

HIPÉRBOLE EM POESIA

Gostaria de poder te oferecer O sol para aquecer teu coração, A lua para vigiar teu sono, O mar para acolher tuas dores e tristezas E as estrelas para iluminar tua vida.
Gostaria de poder te oferecer A montanha para teu contemplar, O vale para sonhar, O lago para te banhar, E o prado para teu lazer.
Gostaria de poder te oferecer A brisa para te acariciar, O bosque para te trazer paz, A primavera para perfumar tua vida E a ilha para meditar.
Gostaria de poder te oferecer Um oceano de alegrias Para repartir com os outros E um rio de felicidades Para vivê-las junto aos teus.
Gostaria de poder te oferecer Uma montanha de bênçãos Para te coroar, E um arquipélago de carinhos Para te fazer mais feliz.
Gostaria de poder te oferecer A maior constelação De bons sonhos Para que tenhas Mais motivos para viver.
Mas mesmo distante Posso te oferecer Meu amor em oração

Rubem Alves, em frases românticas... Espetacular!!!

Alvo de ação criminal, presidente da Petrobras Bolívia cumpre prisão domiciliar

Direito de imagemDIVULGAÇÃO/AGÊNCIA PETROBRASImage captionConstrução de trecho do gasoduto Bolívia-Brasil; Petrobras afirma que disputa na Justiça boliviana tem natureza estritamente comercial O presidente da Petrobras Bolívia, o brasileiro Marcos Benício Pompa Antunes, está cumprindo prisão em regime domiciliar em Santa Cruz de la Sierra desde o dia 22 de março por causa de uma ação criminal que corre na Justiça boliviana. A Petrobras confirmou à BBC Brasil a prisão de Antunes, mas afirmou, por meio de nota, que "a disputa tem natureza estritamente comercial, tendo sido indevidamente levada à Justiça criminal naquele país". A ação contra a subsidiária da Petrobras está sendo movida desde outubro pela Vialco, uma companhia privada boliviana contratada para prestar um serviço de terraplanagem para perfuração de poço no Bloco San Antonio. Cinco motivos que levaram o Rio à pior crise de segurança em mais de uma décadaAs 3 grandes incógnitas sobre a Assembleia Constituinte convoc…

Viagem... rs Passando para desejar-lhes um dia hiper abençoado!!!!!! Beijosssss