VERSOS DISPERSOS



Nenhum texto alternativo automático disponível.

Sombrio

sem luar, nem estrelas
sem verso novo...
o sono é pano de fundo
do poema que dorme
na antiga moldura.
isisdumont.prosaeverso.net

Comentários