Por um momento (miniconto) ... para 'desanuvia'r um pouco rs




Por um momento, um breve espaço de tempo, não mais que isso. Entrou na sala, ofegante, coração acelerado, mente cansada, cheia de um dia fatigante. Jogou a bolsa no sofá, despiu-se do blaize, soltou os cabelos, largou os sapatos ali mesmo no meio da sala, ligou o som e ficou a ouvir a canção que um dia embalou alguns dos seus melhores sonhos. Foi até a cozinha, pegou um café, e junto à janela, seu olhar perdido vagava entre as nuvens... Tentava reencontrar uma daquelas figuras que descobria e admirava quando era criança. De repente, um toque da campainha lhe fez despertar, uma chamada para a vida... Percebeu que seu mundo real era outro. Na vitrola a música ainda se repetia... Seus olhos cansados da lida, não cabiam as lágrimas. Foi ver quem havia chegado. Uma criança maltrapilha lhe pedia um pouco de pão. Sentiu que seu coração, apesar do tempo, ainda podia acolher quem dele precisasse. Logo o relógio avisou: 18:00 hs. Os botões de damas-da-noite começaram a eclodir em sua janela. A lua surgiu radiosa, pronta para iluminar e inspirar... Apesar dos percalços, percebeu que há muito tempo não via uma noite tão bela! Nas folhagens do abacateiro um leve rufar de asas voltara a quebrar o silêncio. Ali, somente a lua e as damas-da-noite testemunhavam os suspiros do seu coração.

*******************************************************
https://www.facebook.com/%C3%8Dsis-Dumont-Prosa-e-Poesia-624275060980685/?ref=hl
isisdumontprosaeverso.net

Comentários