quarta-feira, 12 de agosto de 2015

Campina Grande e JP recebem espetáculos teatrais gratuitos


Campina Grande e JP recebem espetáculos teatrais gratuitos












A maratona, movida a paixão e vontade de fazer teatro, já dura quase duas semanas. Desde o dia 3 de agosto, um grupo de teatro radicado em Manaus (composto por um manauara, dois potiguares e um cearense), está viajando pelo Nordeste apresentando dois espetáculos. Tudo de graça. Nos últimos dias, eles já se apresentaram em 7 lugares diferentes do RN, incluindo duas comunidades rurais, e estão desembarcando em Campina Grande e João Pessoa nesta quinta (13) e sexta (14), respectivamente. A maratona de apresentações só se encerra na quarta, dia 19, em Natal.

A ideia dessa viagem levando o teatro ao interior brasileiro, partiu da atriz Tiziane Virgílio, depois de analisar os números do IBGE. Entre 2007 e 2010, o Rio Grande do Norte foi responsável por apenas 0,7% de todo o investimento de dinheiro público no setor cultural do país. Na Bahia, por exemplo, estado campeão no ranking do Nordeste, as despesas do governo estadual com cultura chegaram a 8,9% do total investido no país.


Tiziane, jornalista, produtora cultural e atriz natalense que há mais de 10 anos mora em Manaus, no Amazonas, pensou: “Porque não “apresentar” o teatro a conterrâneos que desconhecem seus encantos?”. Ela convidou então três colegas atores (um deles também potiguar e outro cearense), para juntos, voltarem à sua terra natal apresentando trabalhos que tiveram início na sala de aula da Universidade do Estado do Amazonas.


O resultado começou a ser visto no começo deste mês, em palcos (profissionais e outros improvisados) no RN. Entre os lugares escolhidos pelo grupo, cidades do interior e até comunidades rurais de Santana do Matos (RN). “Queremos apaixonar, queremos fazer para quem nunca foi feito. A nossa intenção é diminuir essa carência por produtos culturais no Estado. Levá-los – os espetáculos – à cidades menos assistidas por projetos culturais é um dos maiores motivadores deste elenco”, enfatizou a idealizadora do projeto.


“Está sendo a realização de um sonho, mas também uma aventura. Os espetáculos acontecem sempre à noite, e no dia seguinte, já partimos para uma cidade diferente, para uma nova apresentação. Está sendo bem corrido, mas foi tudo muito bem planejado pra dar certo”, completa Tiziane.


OS ESPETÁCULOS 


Os espetáculos escolhidos são resultados de pesquisas acadêmicas universitárias.


“Fando y Lis”é uma adaptação da obra do escritor, dramaturgo e cineasta espanhol Fernando Arrabal. Conta a história de Lis (Tiziane Virgílio), uma mulher paralítica e completamente dependente do companheiro, Fando (Tony Ferreira). O relacionamento dos dois é marcado pelo amor e ódio, pela dependência física e psicológica, pela violência e pela afetividade. Em 2013, o espetáculo foi selecionado para a mostra competitiva do X Festival de Teatro da Amazônia e Tiziane Virgílio ganhou o prêmio de melhor atriz.


“O Último Godot” é uma peça em um único ato dedicada aos seus dois personagens, Samuel Beckett (Ismael Farias) e Godot (Tiziane Virgílio), que após serem expulsos do teatro por serem os únicos espectadores da noite, descobrem suas identidades e Godot decide questionar Beckett quanto a sua decisão de escrevê-lo como um personagem que não aparece. O espetáculo também estreou em 2013, em Manaus. No ano seguinte, participou da Mostra SESC de Artes Cênicas e em outubro foi selecionado para o XI Festival de Teatro da Amazônia. Tiziane Virgílio foi novamente indicada ao prêmio de melhor atriz.


“Unir estes dois espetáculos só foi possível pelos sentimentos comuns que motivaram suas montagens: paixão e muita vontade! Uma paixão avassaladora pelas personagens, pelos textos, pelas descobertas durante todo o processo de montagem e, depois, um orgulho tão grande pelo nosso trabalho que só fez aumentar a vontade de levá-lo ao maior número de pessoas possível, priorizando lugares pequenos que não possuam teatros nem cursos voltados às artes. Queremos retribuir o apoio recebido, difundindo o teatro e multiplicando os sentimentos”, explica Tiziane.


PROGRAMAÇÃO

“Fando y Lis”


Campina Grande – PB, 13 de agosto (20:00)

Local: Teatro Municipal Severino Cabral


“O Último Godot”

João Pessoa – PB, 14 de agosto (19:00)

Local: Teatro Lima Penante


Todas as atividades são gratuitas. Além disso, todos os locais das apresentações e oficinas respeitam a Lei de Acessibilidade, e permitem o acesso irrestrito às pessoas portadoras de necessidades especiais ou com mobilidade reduzida. No espetáculo em João Pessoa, haverá a tradução em libras e a audiodescrição* dos espetáculos.

* Limitado a 10 (dez) pessoas


Assessoria
PB Agora

{"uid":2,"hostPeerName":"http://www.pbagora.com.br","initialGeometry":"{\"windowCoords_t\":0,\"windowCoords_r\":1366,\"windowCoords_b\":728,\"windowCoords_l\":0,\"frameCoords_t\":1949,\"frameCoords_r\":753.5,\"frameCoords_b\":2009,\"frameCoords_l\":285.5,\"styleZIndex\":\"auto\",\"allowedExpansion_t\":0,\"allowedExpansion_r\":0,\"allowedExpansion_b\":0,\"allowedExpansion_l\":0,\"xInView\":0,\"yInView\":0}","permissions":"{\"expandByOverlay\":true,\"expandByPush\":false,\"readCookie\":false,\"writeCookie\":false}","metadata":"{\"shared\":{\"sf_ver\":\"1-0-2\",\"ck_on\":1,\"flash_ver\":\"18.0.0\"}}","reportCreativeGeometry":false}" scrolling="no" marginwidth="0" marginheight="0" width="468" height="60" data-is-safeframe="true" style="margin: 0px; padding: 0px; border-width: 0px; border-style: initial; vertical-align: bottom;">



Um comentário:

Eles estão caçando gays