quinta-feira, 21 de maio de 2015

Médico pode ser cobaia do próprio experimento? Especialista comenta

Oncologista Fernando Maluf explica teste feito por gêmeos ingleses.
Ele afirma que álcool em excesso tem relação com o surgimento do câncer.

Os irmãos gêmeos Alexander e Chris Van Rulleken, que são médicos, fizeram um experimento relacionado à ingestão de bebida alcoólica (Foto: Reprodução/Twitter/@DoctorChrisVT)

O experimento com a ingestão de álcool feito por dois médicos gêmeos mostrou que, independente do quanto você tomar, o consumo em excesso tem efeitos prejudiciais.
A reportagem, feita pela da BBC, mostra que todos os sábados, durante um mês, um dos irmãos tinha como companhia muitos copos – e garrafas – de vodca, vinho e cerveja. Já o outro gêmeo passou o mês bebendo socialmente, um pouco por dia.
Ao longo dos 30 dias, ambos foram monitorados de perto, com testes que iam de simples bafômetros a exames detalhados sobre toxinas na corrente sanguínea. Os resultados mostraram que o efeito do álcool no corpo perdurou muitos dias após a ingestão da bebida.
O oncologista Fernando Maluf, consultor do Bem Estar, lembra o consumo em excesso de bebidas como a pinga, cachaça, vodca e uísque podem ser muito ruins para o corpo. Não só para o fígado, mas para a parte neurológica, fator que é também causador de câncer.
Os tumores que têm maior relação com álcool são os que aparecem na cavidade oral, laringe, esôfago, pâncreas e no fígado. Veja o VÍDEO abaixo.















http://g1.globo.com/bemestar/noticia/2015/05/video-oncologista-fala-sobre-medicos-cobaias-









Nenhum comentário:

Postar um comentário

Eles estão caçando gays