quarta-feira, 25 de março de 2015

Tudo isso é muito doloroso!!! Veja quem são algumas das vítimas do acidente aéreo no Sul da França

Entre os 150 mortos estão estudantes, cantores e recém-casados.
Mãe que faria conexão para ir à Inglaterra morreu com filho de sete meses.


As autoridades ainda não divulgaram a lista de passageiros e tripulantes embarcados no avião da Germanwings que caiu nos Alpes franceses nesta terça-feira (24). Porém, diante da notícia da tragédia, alguns familiares, empresas e órgãos oficiais dos países divulgaram nomes de pessoas que estavam no voo. (Veja abaixo)
O Airbus A320 partiu de Barcelona, na Espanha, com destino a Düsseldorf, na Alemanha, e levava 150 pessoas – 144 passageiros e seis tripulantes.
Segundo informações da Germanwings, entre as vítimas do acidente havia 72 alemães, 35 espanhóis, 2 australianos, 2 argentinos, 2 iranianos, 2 venezuelanos, 2 americanos, 1 marroquino, 1 britânico, 1 holandês, 1 colombiano, 1 mexicano, 1 dinamarquês, 1 belga e 1 israelense.
A origem de algumas vítimas ainda é incerta, especialmente devido a casos de dupla nacionalidade. Devido à violência do acidente, as autoridades acham pouco provável encontrar sobreviventes. Conheça as histórias de algumas das vítimas:
Estudantes alemães
Colegas choram ao saberem da queda do avião com alunos alemães a bordo (Foto: Martin Meissner/AP)Estudantes choram ao receberem a notícia da queda do avião com alunos alemães a bordo (Foto: Martin Meissner/AP)
Um grupo de 16 estudantes do Instituto Joseph Konig, de Haltern, na região de Düsseldorf, tinha ido para Barcelona participar de um intercâmbio e estavam voltando para a Alemanha.
Segundo o jornal local "Halterner Zeitung", dos 40 estudantes que se candidataram à viagem, foram escolhidos 14 alunas e dois alunos que tinham entre 15 e 16 anos. Eles viajavam acompanhados de duas professoras.
Marroquinos recém-casados
Os marroquinos que estavam no avião tinham se casado no sábado, em Barcelona, e viajavam para Düsseldorf, na Alemanha, cidade na qual o marido já residia e onde pretendiam começar uma nova vida.

Asmae Ouahoud el Allaoui, de 23 anos, morava com os pais em Barcelona e possuía nacionalidades marroquina e espanhola, por isso figura no lista de espanhóis. Mohammed Tehrioui, de 24, por sua vez, morava e trabalhava em Düsseldorf.
De acordo com o site Le 360, as famílias, originárias de Nador, no nordeste do Marrocos, decidiram que querem os corpos de volta à cidade natal. Os parentes se encontraram nesta quarta no aeroporto de Barcelona para ir à França e participar da identificação dos corpos
Marina Bandrés viajava com o filho de sete meses (Foto: Reprodução/Twitter)
Marina Bandrés viajava com o filho de sete
meses (Foto: Reprodução/Twitter)
Mãe e filho de 7 meses
Uma espanhola que voltava com seu bebê ao Reino Unido depois de ter participado do funeral de seu tio se encontra entre as vítimas do acidente.

Segundo o marido, ela havia comprado passagens na última hora para o voo.
A produtora de filmes Marina Bandrés Lopez-Belio, de 37 anos, e seu filho Julián, de 7 meses, moravam em Manchester, na Inglaterra, e pegaram o voo de Barcelona a Düsseldorf para tomar outro avião que os levaria para casa, explicou seu marido, Pawel Pracz, em um comunicado da chancelaria britânica.
Cantores líricos
A Ópera de Düsseldorf anunciou que o cantor lírico Oleg Bryjak é uma das vítimas da queda do avião, de acordo com a agência Associated Press.

No Twitter, o teatro Liceu de Barcelona lamenta a morte de Bryjak e da também cantora de ópera Maria Radner, que haviam se apresentado no local com a ópera "Siegfried", de Richard Wagner. Segundo a AP, Radner estava com seu marido e o bebê do casal a bordo do avião.
O baixo-barítono Oleg Bryjak e o contralto Maria Radner, que se apresentaram no teatro Liceu em Barcelona, estariam entre as vítimas da queda do avião da Germanwings (Foto: Reprodução/ Twitter/ Gran Teatre Liceu)O baixo-barítono Oleg Bryjak e o contralto Maria Radner, que se apresentaram no teatro Liceu em Barcelona, estariam entre as vítimas da queda do avião da Germanwings (Foto: Reprodução/ Twitter/ Gran Teatre Liceu)
Jornalistas esportivos
Os dois passageiros iranianos eram jornalistas esportivos que foram a Barcelona para cobrir a partida de futebol entre Barcelona e Real Madrid, de acordo com a agência Reuters.

Milad Hojatoleslami trabalhava para o site de notícias "Tasnim" e Hussein Javadi era um repórter do jornal "Vatan Emrouz", de acordo com relatório do "Tasnim". Eles seguiam para cobrir a partida entre a seleção iraniana de futebol e o Chile, marcada para acontecer na Áustria, afirma o site.
Aniversariante
A australiana Carol Friday celebrou seu aniversário de 68 anos na véspera da queda do avião, segundo a ministra de Relações Exteriores da Austrália, Julie Bishop, citada pela AP.

Ela estava de férias com seu filho Greig, também passageiro do avião, que completaria 30 anos no próximo mês e iria dar aula da inglês na Europa. Bishop leu um comunicado de familiares em que dizem que estão "em descrença profunda e muita tristeza".
Três gerações da mesma família
Uma estudante, sua mãe e sua avó estavam entre os passageiros do voo, de acordo com comunicado da cidade de Sant Cugat del Valles, perto de Barcelona.

A menina era aluna da escola Santa Isabel, de uma sala para crianças de 10 e 11 anos, diz o comunicado sem citar os nomes. "Os alunos estão muito impactados. Os professores estão tentando ajudá-los da maneira que podem", disse uma mulher que atendeu o telefone da escola, sem se identificar, de acordo com a Associated Press.
Ariadna Falguera, mulher do chefe de gabinete de presidente de partido catalão, é uma das vítimas da queda do avião da Germanwings (Foto: Reprodução/Instagram/ Ariadna Falguera)
Ariadna Falguera é uma das vítimas do acidente
(Foto: Reprodução/Instagram/ Ariadna Falguera)
Outras vítimas
Outra vítima espanhola é Ariadna Falguera, mulher do chefe de gabinete do presidente do partido catalão ERC, Oriol Junqueras.

O partido divulgou no Twitter: "Entre os passageiros do voo BCN-Düsseldorf estava Ariadna, companheira do ERC. Todo o nosso carinho e solidariedade à família e aos amigos".
O clube de futebol Valencia também divulgou que uma "grande torcedora" do time, Sonia Cercek, estava no voo. "Sonia, junto com seu marido Oliver, era fiel seguidora do nosso clube e ocasionalmente ia ao (estádio) Mestalla e a todas as viagens que o nosso time fazia para disputar na Alemanha e no centro da Europa".
A Grã-Bretanha confirmou a morte de Martyn Matthews, empresário de 50 anos da cidade de Wolverhampton, e Paul Bramley, estudante de 28 anos de hotelaria em Lucerne, na Suíça, que estava de férias com uns amigos em Barcelona.

Norte-americanos
A porta-voz do Departamento de Estado dos EUA, Jen Psaki, disse que as autoridades confirmaram as mortes da americana Yvonne Selke e de sua filha, Emily, e de um terceiro cidadão, cujo nome ainda não foi divulgado.

Latino-americanos
Apesar de ter sido confirmada a presença de um passageiro da Colômbia, o Ministério do Exterior do país divulgou comunicado em que informa as mortes de dois colombianos: María del Pilar Tejada e Luis Eduardo Medrano, confirmadas por um porta-voz da companhia aérea a familiares.

As vítimas argentinas seriam Gabriela Luján Maumus, seu namorado Sebastián Gabriel Greco e Juan Armando Pomo.
O casal de jovens morava em Belgrano e faziam uma viagem de férias, segundo contou o pai de Gabriela ao jornal argentino "El Clarín". Já Juan, que morava no Paraguai, fazia uma viagem de negócios, confirmou o irmão da vítima ao mesmo jornal.
Mapa queda de avião França V3 (Foto: G1)



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Eles estão caçando gays