sexta-feira, 6 de março de 2015

Notícia que traz indignação e incompreensão


Resultado de imagem para mulher agredida

Há alguns dias... eu vinha exatamente pensando de escrever sobre esse fato que sem dúvida deve ter causado indignação a muitas pessoas e não somente a mim...

No final de semana anterior a este que passou, ouvindo um programa de rádio, jornalístico, em uma rádio (conceituada) da cidade de Guarabira, ouvi dos apresentadores, que um sr. advogado (salvo engano, é defensor público) agrediu e fez ameaças à ex-esposa apesar de já está há algum tempo separado da mesma. A mulher agredida e supostamente ameaçada é funcionária do Fórum daquela cidade. 
Não sei se me espanto mais com a violência praticada ou com o descaso, a falta de solidariedade, de compromisso e a omissão da delegada de polícia civil, que atende na Delegacia da Mulher. Segundo o casal de radialistas, a srª delegada disse que a agredida retornasse na quarta feira (de cinzas). É inadimissível aceitar e impossível  compreender determinados tipos de comportamento, principalmente vindo de uma autoridade servidora pública, designada para assumir funções relevantes como essa, quando a mesma simplesmente "vira as costas" mediante um crime dessa natureza! Traduzindo isso em "miúdos"... ela preferiu ficar do lado do agressor, talvez (se pudesse) livrando-o da prisão em flagrante e ainda houve dificuldades para que o nome do mesmo, certamente por ser 'advogado', fosse divulgado.
Segundo ainda as informações durante o programa, a vítima reagiu, dizendo: "eu quero registrar a queixa é agora! Nada de ficar para a quarta feira"!
Depois disso precisei sair e não tive maiores informações. Ainda assim, vale deixar aqui esse breve registro de uma cena de absurdo, onde quem é vítima corre até o risco de ficar no lugar do agressor.
Que isso não mais se repita, inclusive quando se trata de autoridade e sendo mulher, nada mais justo do que defender os direitos das mulheres, mesmo porque  recebe remuneração dos cofres públicos para isso! Não se trata de nenhum favor ou serviço voluntário! E o agressor deve sim ter seu nome divulgado para que a sociedade veja e saiba quem realmente é!

********************************
Boa tarde!!!
Aparecida Ramos

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Eles estão caçando gays