quarta-feira, 25 de março de 2015

De volta 'pro' meu aconchego



Após esses dias ausente, eis que estou de volta. É aqui que gosto de ficar durante algumas horas diárias. Às vezes surgem 'imprevistos', nada tão natural para quem gosta de servir não somente à familiares, mas de vez em quando aos outros. A verdade é que eu estava impaciente, ansiosa para deixar nesta página, meus rabiscos ou minhas letras tortas, apesar das linhas certas. rs
Pelo celular, estive (na medida do possível) visualizando os acessos de página e, confesso, algumas vezes me surpreendi. 
Não poderia deixar de agradecer a presença amiga, gentil e carinhosa de tantos internautas. Realmente não nos conhecemos, mas sabemos que existimos, e isso é suficiente para que haja essa troca de energia, esses bons fluidos deixados nas pegadas de suas visitas. 
No próximos mês (dia 11), meu Blog irá aniversariar. São quatro anos de postagens, e de algumas publicações de minha autoria. Coisas que escrevi e publiquei, embora, se for revisá-las (hoje), sem dúvida mandaria para a 'lixeira' alguns desses escritos rs. Somos assim, seres mutantes, tantas vezes, com pensamentos, ideias e opiniões mutáveis. O que dissemos ontem, hoje pode ser o contrário. E o que afirmamos hoje, poderemos 'modificar' amanhã. Certa vez ouvi alguém falar que "quem tem ideia fixa é louco". 
"Eu prefiro ser essa metamorfose ambulante, do que ter aquela velha opinião formada sobre tudo".
Deixo minha maior gratidão a vocês, caros seguidores e visitantes do Brasil e do exterior. Quero dizer-lhes também que vocês me fazem ficar 'envaidecida', 'orgulhosa' pela forma marcante (em números de visualizações) como prestigiam esse cantinho. Entretanto, isso me faz sentir a necessidade de mais responsabilidade e compromisso com a qualidade e veracidade das informações aqui publicadas. 
Obrigada pela compreensão!!




Um comentário:

  1. Venho aqui, na sua página deixar meu apreço pela partilha e amizade. Estou-lhe inteiramente grata por isso. Pela força e coragem de escrever, seu coração, lhe é o maior confidente, não dúvide. Adoro lêr você! Não se acanhe nunca pois, o que por vezes pensamos ser "minúsculo"aos nossos olhares nem sempre o é aos outros, revelante poderá selo! Deus que foi Deus não agradou a todos!!! Valeu amiga, se, assim, lhe possa eu chamar deste lado de cá do Oceano e desta tela virtual onde me encontro no momento. Grata ficando por partilhar. bjs mil em seu coração cheio de doçuras. LuísaZacarias

    ResponderExcluir

Eles estão caçando gays