sábado, 13 de dezembro de 2014

Malala chora ao ver uniforme escolar que usava no dia de seu atentado

(Foto: AFP)

A adolescente paquistanesa Malala Yousafzai, que recebeu o Prêmio Nobel da Paz, chorou nesta quinta-feira ao ver o uniforme escolar que vestia quando os talibãs tentaram matá-la, e que ainda apresenta vestígios de sangue.
Durante a inauguração de uma exposição dedicada a ela e ao indiano Kailash satyarthi, no centro Nobel de Oslo, capital da Noruega, Malala não pôde conter sua emoção diante do uniforme. "És muito valente", disse Satyarthi à jovem, enquanto lhe dava um beijo na cabeça, segundo a agência NTB.

Leia também:

No dia 9 de outubro de 2012, talibãs paquistaneses detiveram o ônibus escolar de Malala, com então 17 anos de idade, no norte do Paquistão, e dispararam uma bala que atingiu sua cabeça.
Desde então, a jovem, que conseguiu sobreviver ao atentado, converteu-se em um ícone mundial da luta pela educação das meninas.
Malala e Satyarthi receberam na quarta-feira o Prêmio Nobel da Paz por seus esforços na luta contra a exploração infantil e na defesa do direito à educação.
Yahoo Notícias

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Eles estão caçando gays