A Ti


A Ti, venho oferecer tudo que a mim concedestes... ou aquilo que "permitistes" que comigo acontecesse, mesmo quando não compreendi o porquê ou fingi não entender. Te ofereço minha voz para que te louve enquanto viver. Ofereço meu coração para que te ame por toda minha vida. Te ofereço meu cansaço, dores que não foram curadas, incompreensões e decepções... As vezes que "perdi"... e também te ofereço todas as vezes que venci.
Sou vaso feito do barro,  matéria bruta ainda a ser moldada. Por isso, inconsistente, incompreensiva diante do teu pedido de Pai.
Minhas fragilidades necessitam de tua força para que meus passos não resvalem perante os abismos, alguns "inevitáveis". Minha surdez e falta de visão requerem uma partícula da tua luz. Meu coração, por vezes, teimoso, "incompreensível", precisa sentir que teu amor não me abandonou.
Preciso prosseguir nos teus caminhos, encontrar meu irmão e nele reconhecer a tua presença. Por mais que meu semelhante esteja "desfigurado", não deixa de ser tua imagem e semelhança, embora "danificada". Livra-me do orgulho que pode me levar a sentir melhor que meu próximo.
Afasta de mim o medo e reforça, Senhor, minha coragem! Livra-me da falta de humildade, virtude que me faz perdoar, fazer caridade, ser solidária em meio à tantas situações, em um mundo cada vez mais egoísta e individualista.
Ajuda-me, Pai, a perdoar a quem me deseja o mal, a compreender certas coisas que fazem sofrer meu coração...
Senhor, Tu sabes que, sozinha não vou a lugar algum, por isso eu te peço: "Não me abandoneis jamais"!
***************************
(Aparecida Ramos)isisdumontprosaeverso.net

Comentários