terça-feira, 28 de outubro de 2014

O Tribunal Regional Eleitoral da Paraíba (TRE-PB) é o primeiro do Nordeste e o quinto do país, dentre os demais Regionais Eleitoral, no ranking geral do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) de excelência em Tecnologia da Informação. A média global foi de 77,17% para o tribunal paraibano, que perde apenas para os TREs dos Estados do Espírito Santo (83,16%), Tocantins (80,74%), Amapá (79,97%) e Paraná (77,62%). Para definição do ranking foram avaliados quesitos como: o porte do Tribunal baseado em tecnologia, na força de trabalho total mínima de Tecnologia da Informação e Comunicação (TIC), em automação, em governança de Tecnologia da Informação (TI) e em capacitação dos servidores. Em todas as análises, o TRE-PB obteve classificação satisfatória. O melhor desempenho foi no quesito porte do Tribunal baseado na força de trabalho total mínima de TIC, no qual o TRE-PB obteve o peso máximo de 20%.

TRE-PB

O Tribunal Regional Eleitoral da Paraíba (TRE-PB) é o primeiro do Nordeste e o quinto do país, dentre os demais Regionais Eleitoral, no ranking geral do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) de excelência em Tecnologia da Informação. A média global foi de 77,17% para o tribunal paraibano, que perde apenas para os TREs dos Estados do Espírito Santo (83,16%), Tocantins (80,74%), Amapá (79,97%) e Paraná (77,62%).
Para definição do ranking foram avaliados quesitos como: o porte do Tribunal baseado em tecnologia, na força de trabalho total mínima de Tecnologia da Informação e Comunicação (TIC), em automação, em governança de Tecnologia da Informação (TI) e em capacitação dos servidores.
Em todas as análises, o TRE-PB obteve classificação satisfatória. O melhor desempenho foi no quesito porte do Tribunal baseado na força de trabalho total mínima de TIC, no qual o TRE-PB obteve o peso máximo de 20%.
Portal Correio

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Eles estão caçando gays