quinta-feira, 11 de setembro de 2014

Quando errei...





Lembro-me de uma vez, ainda criança, certamente nem tive tanta culpa devido a minha tenra idade, eu havia me "descuidado" e deixado que meu irmão pequeno caísse de meus braços. Diante disso, minha primeira reação além da tristeza e dó do meu irmãozinho (doente), foi me esconder, por medo de minha mãe. Eu não somente fiquei com medo, mas me escondi de verdade embaixo de um monte de roupas (lavadas) que estavam sobre a cama porque iam ser ainda dobradas e guardadas. Quão inocente eu era, como se nunca mais fosse sair dali.
Quando errei... depois que cresci, foram raras as vezes em que não percebi logo em seguida.
Errei por excesso de confiança em alguém. Não foi difícil perceber que a pessoa mais prejudicada fui eu.
Quando errei... também foi na tentativa de...
leia mais:
http://www.isisdumont.prosaeverso.net/publicacoes.php
Boa tarde, caríssimos/as!!!!
Grande beijo e terno abraço!!!

Um comentário:

Eles estão caçando gays