domingo, 24 de agosto de 2014

Acalanto na madrugada (poesia)



Acalanto na Madrugada

É fim de noite, ouço ruídos que

Vem da rua,

Estou sem sono, leio alguns versículos,

Medito um pouco,

Saio na varanda, procuro a lua,

Que já partiu,...


                                    
                                     Leia mais:
                     http://www.isisdumont.prosaeverso.net/
                                 visualizar.php?idt=4934846

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Eles estão caçando gays