quarta-feira, 16 de julho de 2014

Carta de escola a alunos dizendo que nota 'não é tudo' faz sucesso na internet

Carta (BBC)
Mensagem de escola a alunos se tornou viral na internet
Uma carta enviada aos alunos de uma escola da Inglaterra se tornou viral na internet ao dizer que as notas nem sempre representam aquilo que os fazem "especiais e únicos".
O texto diz aos alunos que a escola está "orgulhosa" do "enorme empenho" que eles demonstraram e que deram "o seu melhor durante uma semana complicada".

A mensagem foi enviada aos alunos da escola primária Barrowford, em Lancashire, no noroeste da Inglaterra, com os resultados de dois importantes testes."Estes testes nem sempre avaliam tudo aquilo que faz cada um de vocês ser especial e único."

Os organizadores das provas, diz a carta, "não conhecem cada um de vocês... da mesma maneira que seus professores os conhecem, eu espero, e certamente não da maneira como suas famílias".
Eles não sabem "como você é confiável, gentil e alguém que tem consideração, e ainda que tenta, todos os dias, dar o melhor de você".
A carta termina dizendo aos alunos "que comemorem os resultados" obrtidos, mas lembra que "há várias maneiras de ser inteligente".
A diretora da escola, Rachel Tomlinson, disse estar "absolutamente surpresa" pela reação à carta, que foi reproduzida no Facebook e no Twitter e virou notícias em diversos jornais. Ela disse ter encontrado a mensagem em um blog americano na internet.
A diretora negou que a mensagem da carta era de que as notas dos testes não importam. "Nós nunca daremos aos alunos a mensagem de que as conquistas acadêmicas não são mportantes - o que fazemos é ter certeza que aprovamos alunos confiantes, articulados e realmente independentes que assim seguirão rumo à próxima fase de suas carreiras escolares".
No Twitter, a escola Barrowford comemorou: "'Uau'. Há mensagens em todo o mundo sobre esta carta!! Tudo o que fizemos foi lembrar nossos (alunos) o quão incríveis eles são!!!".

A mensagem foi reproduzida mais de mil vezes e o nome da escola virou um das palavras mais comentados no Twitter.
BBC Brasil

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Eles estão caçando gays