Gratidão, amizades, imperfeição


Filho mais novo, em 01/01/2014, na cachoeira.
Nada como acordar, sentir o vento tocando na pele, respirar ar puro, ver o mundo e agradecer ao Criador de todas as coisas!
Por mais que o dia me chame para as atividades de rotina ou não, há sempre um espaço para a gratidão! 
Ainda sendo eu simplesmente uma criatura insignificante (por ser humana), estou muito agradecida e até admirada por demais, porque um dia alguém me escutou, me fez um elogio, me presenteou com seu carinho e amizade, me passou confiança, cumplicidade, quando penso que nada fiz para merecer.
Sou desse jeito e sou feliz, igual a qualquer outra pessoa, vivenciando momentos de escuridão, tempestades, dores, lágrimas (às vezes), mas como fumaça, tudo passa. Após uma noite sem estrelas nem lua, há e haverá sempre um sol maravilhoso, intensamente brilhante para iluminar e aquecer o dia.
Quem gosta de mim, só pode ser alguém disposto/a a conviver com imperfeições e contradições. Por outro lado, faz tempo que aprendi a compreender e a amar as pessoas como elas são. Me esforço cada vez mais para que as diferenças não interfiram nos relacionamentos a ponto de destruí-los.
Ao meu Deus, peço perdão por não conseguir ser um pouco melhor, por está muito além das expectativas.
Não consigo imaginar minha vida sem as amizades que aprendi a cultivar desde o início de minha existência.
Sei que Deus é O Verdadeiro Amor, que me criou dotada de capacidade e liberdade para escolher entre o bem e o mal, por isso, jamais pedirei a Ele para "consertar" minha vida. 
Abençoada sexta feira para você e sua família!
Bom dia!!!



Comentários