domingo, 12 de janeiro de 2014

A condição humana e o final da vida


Foto: “E quando se vai morrer, lembrar-se de que o dia morre,
E que o poente é belo e é bela a noite que fica.
Assim é e assim seja”.
Fernando Pessoa, 
O guardador de rebanhos
*********************

Hoje à tardinha antes do pôr do sol, nem deu tempo eu chegar em casa, ele fez a grande viagem. E eu que pensava que ainda viveria uns dois ou três dias. Sua alma agora certamente revive na dimensão do andar de cima. 
A inevitabilidade da morte é inerente à condição humana. E felizes são aqueles que fazem essa passagem com dignidade, com filhos e netos em volta do leito, na tranquilidade de seu lar terreno. 
Que os bons frutos aqui semeados, possam servir de alicerce a caminho da morada celestial.
À família, nossa solidariedade!
Descanse em paz, Sr. Manoel!
Aparecida Ramos



“E quando se vai morrer, lembrar-se de que o dia morre,
E que o poente é belo e é bela a noite que fica.
Assim é e assim seja”.
Fernando Pessoa, 
O guardador de rebanhos

Hoje à tardinha visitei um senhor idoso, em situação delicada. Um entre os catorze que, junto com outra pessoa da comunidade católica, visito aos domingos. No início das visitas, há uns quatro meses, ele sentado no sofá da sala ou em uma cadeira de balanço, nos recebia com um sorriso bonito e expressão terna naquele rosto corado. Sr. Manoel Gonçalves, seu Neco, para os mais íntimos. Nessa visita percebemos o quanto estava debilitado e agitado. Não conseguiu nos reconhecer, estava um tanto "agressivo". Saí de lá muito triste por pressentir que o peso de sua enfermidade não permitiria que o mesmo vivesse mais do que dois ou três dias. 
Antes do pôr do sol, nem deu tempo eu chegar em casa, ele fez a grande viagem.. Sua alma agora, certamente revive na dimensão do andar de cima., 


A inevitabilidade da morte é inerente à condição humana. E felizes são aqueles que fazem essa passagem com dignidade, com filhos e netos em volta do leito, na tranquilidade de seu lar terreno. 
Que os bons frutos aqui semeados, possam servir de alicerce a caminho da morada celestial.
À família, nossa solidariedade!
Descanse em paz, Sr. Manoel!

Aparecida Ramos


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Eles estão caçando gays