sexta-feira, 2 de junho de 2017

SAIR DE CENA (SAINDO DA MESMICE)






Sobre sair de cena

É difícil me manter todo tempo em tua presença,
Quando, devido a minha timidez, acabo fazendo 
tantas besteiras...
Tua presença, às vezes me deixa sem palavras,
Sem tato, sem pensar...
Daí vem meus desastres, que me levam a lamentar.
Lamento pelo tempo perdido ou “mal” vivido ao teu lado.

Não sofras quando perceberes que saí de cena.
Acredite apenas que é necessário, para que eu
continue perto de ti.

Nós sabemos o quanto sentimos saudades, mas é
essa mesma saudade que nos mantem mais próximos,
mais unidos que antes!

Talvez, sair de cena não seja a atitude mais correta ou
mais legal, mas certamente desaparecer por uns dias,
equivale a um exercício de paciência e resistência,
através do qual o nosso amor estará mais “protegido” e 
mais amadurecido.

Os ventos contrários não abalarão as rochas

que, com o passar do tempo adquiriram resistência.
www.isisdumont.prosaeverso.net 
Foto: Ontem, em mais um dia de aula.



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Eles estão caçando gays