Pular para o conteúdo principal

'Nenhum partido deve sair ileso': imprensa internacional diz que delação da JBS pode jogar Brasil em novo caos político e econômico


Plenário da Câmara dos DeputadosDireito de imagemJOSÉ CRUZ/ABR
Image captionThe Guardian lembra que gravações incriminam vários políticos, incluindo o tucano Aécio Neves e o ex-ministro petista Guido Mantega
A nova denúncia contra o presidente Michel Temer, publicada na quarta-feira pelo jornal O Globo, é destaque na imprensa internacional.
Em gravação feita por dono da JBS, Temer teria dado aval à compra de silêncio do deputado cassado e ex-presidente da Câmara dos Deputados Eduardo Cunha (PMDB-RJ), preso em Curitiba (PR). O presidente nega, no entanto, a acusação.
De acordo com a imprensa internacional, a suposta gravação põe o governo Temer em xeque. E, diante das denúncias, o país corre o risco de "mergulhar em um novo caos político e econômico".

'Nenhum partido deve sair ileso'

Segundo o jornal britânico The Guardian, "gravações explosivas" atingem Temer e incriminam vários políticos incluindo o tucano Aécio Neves (PSDB-MG) e o ex-ministro petista Guido Mantega.
"Nenhum partido deve sair ileso", diz o texto.
O jornal lembra que a aprovação do presidente já estava na casa de apenas um dígito. Menciona ainda a recente greve geral contra as políticas de austeridade e reformas de leis trabalhistas, previdenciárias e do meio ambiente.
"A possibilidade de o Brasil derrubar outro presidente está mais próxima", apesar da coalisão do governo ter maioria no Congresso.
Ao mencionar a relação de Aécio Neves com Zezé Perrela (PSDB-MG), o jornal lembra ainda o incidente de 2013, quando um helicóptero que pertencia à família do senador, também do PSDB, foi encontrado com 445 quilos de cocaína. Apenas o piloto foi preso.
Nos Estados Unidos, o The New York Times afirmou que, mesmo "após anos de acusações e prisões por escândalos de corrupção no Brasil", a notícia deixou o país em choque.
O jornal americano lembrou ainda que uma pesquisa realizada em abril mostrou que 92% dos brasileiros acreditavam que o país estava no caminho errado. E afirma que, apesar dos baixos índices de aprovação, Temer vinha tentando obter apoio para aprovar "medidas de austeridade", incluindo a reforma da Previdência, "considerada um fator importante para restaurar a confiança na economia do país".

'Se for verdade, é uma bomba'

Para o Financial Times, Temer enfrenta a maior crise de sua curta presidência. De acordo com a publicação, a denúncia já está sacudindo o impopular governo Temer, que conta com baixa aprovação, e tem oito de seus ministros alvos de investigação.
"Se for verdade, é uma bomba", diz o analista Thomaz Favaro, citado pelo jornal.
Michel TemerDireito de imagemAGÊNCIA BRASIL
Image captionEm gravação feita por dono da JBS, Temer teria dado aval à compra de silêncio de Eduardo Cunha, diz jornal O Globo
Na análise das possíveis consequências, o jornal lembra que Rodrigo Maia, presidente da Câmara dos Deputados, na linha de sucessão, também foi implicado em denúncias. O jornal menciona também que Temer está batalhando para introduzir reformas ambiciosas, incluindo mudanças altamente impopulares no sistema de Previdência.
"As últimas revelações teriam o poder, não apenas de pisotear seus planos - poderiam derrubá-lo", afirma.

'Novo caos político e econômico'

O jornal francês Le Monde diz, por sua vez, que as gravações 'mancham' a imagem de Temer e marcam um novo capítulo da saga iniciada em 2014 pela Operação Lava Jato. O jornal alerta ainda que, diante das novas denúncias, o Brasil corre o risco de "mergulhar em um novo caos político e econômico".
"O país que mal havia começado sua recuperação depois de uma recessão histórica, poderia novamente sofrer com a ira dos mercados financeiros, preocupados com o bloqueio das reformas prometidas por Michel Temer", diz o texto.
A agência americana Bloomberg informou em seu site que o Brasil voltou a mergulhar em uma crise política. De acordo com a notícia, investidores dizem que é muito cedo para saber o impacto das recentes denúncias e seu real significado para a "ambiciosa agenda governamental que buscava fortalecer a base fiscal do país".
"Mas a reação inicial do mercado mostra bastante pessimismo após a maior queda da moeda e das ações brasileiras nos últimos 12 meses", afirma trecho da reportagem.
O The Times lembra, por sua vez, que Temer chegou ao poder prometendo combater a corrupção e colocar a economia do país de volta aos trilhos. E destaca que centenas de manifestantes se reuniram em São Paulo, a maior cidade do Brasil, após a denúncia ser divulgada pedindo a renúncia do presidente.

Cunha, 'o homem que desatou o processo'

Já o site do jornal argentino El Clarín chama a atenção para o papel de Eduardo Cunha, que está preso, no escândalo. De acordo com a publicação, o ex-presidente da Câmara "não foi qualquer personagem da história do impeachment" contra a ex-presidente Dilma Rousseff.
"Na realidade, foi o homem que desatou o processo e que logo conduziu com respaldo de uma grande maioria da Câmara", diz a publicação.
O jornal americano The Washington Post lembra que Temer e Cunha são membros do mesmo partido e foram aliados, mas que "pareciam ter se desentendido em meio à crescente investigação sobre corrupção envolvendo a Petrobras". A publicação afirma que, desde o início da Operação Lava Jato, diversos políticos e empresários foram presos.
"Muitos acreditam que Cunha, que era amplamente visto como o político mais poderoso do Brasil antes de ser atingido pelos diversos casos de corrupção, poderia testemunhar contra dezenas de outros (políticos e empresários) caso fechasse um acordo de delação com os investigadores da Lava Jato", diz.
bbc

Comentários

Eles estão caçando gays

ENTREVISTA NETINHO - LENDA VIVA DO ROCK BRASILEIRO LANÇA BIOGRAFIA

Gente, ontem à noite eu assisti à uma entrevista no Programa "PRAZER EM CONHECER" da REDE VIDA, cujo entrevistado era netinho dos incríveis. confesso que fiquei encantada com sua história de vida, seu jeito simples e com um belo sorriso no rosto durante todo o programa. sua fé em deus e o milagre que alcançou quando há 17 anos teve que de repente se submeter à uma cirurgia para retirar um câncer maligno da laringe, perdeu todas as cordas vocais e parte da laringe. foi desenganado pelos médicos que lhe disseram que ele jamais falaria, mas ele, enfim recuperou a voz e fala bastante. é considerado um miraculoso. recebeu de deus a graça de ter de volta o poder de falar. coisa de deus mesmo! eu me emocionei com suas palavras e sua filosofia de vida, e de muita fé em deus. por isso, achei por bem publicar essa outra entrevista do netinho. penso que as coisas boas devem ser espalhadas, multiplicadas, para que outras pessoas tomem conhecimento. vale à pena conferir!
Aparecida Ramos
Ne…

HIPÉRBOLE EM POESIA

Gostaria de poder te oferecer O sol para aquecer teu coração, A lua para vigiar teu sono, O mar para acolher tuas dores e tristezas E as estrelas para iluminar tua vida.
Gostaria de poder te oferecer A montanha para teu contemplar, O vale para sonhar, O lago para te banhar, E o prado para teu lazer.
Gostaria de poder te oferecer A brisa para te acariciar, O bosque para te trazer paz, A primavera para perfumar tua vida E a ilha para meditar.
Gostaria de poder te oferecer Um oceano de alegrias Para repartir com os outros E um rio de felicidades Para vivê-las junto aos teus.
Gostaria de poder te oferecer Uma montanha de bênçãos Para te coroar, E um arquipélago de carinhos Para te fazer mais feliz.
Gostaria de poder te oferecer A maior constelação De bons sonhos Para que tenhas Mais motivos para viver.
Mas mesmo distante Posso te oferecer Meu amor em oração

Rubem Alves, em frases românticas... Espetacular!!!

Alvo de ação criminal, presidente da Petrobras Bolívia cumpre prisão domiciliar

Direito de imagemDIVULGAÇÃO/AGÊNCIA PETROBRASImage captionConstrução de trecho do gasoduto Bolívia-Brasil; Petrobras afirma que disputa na Justiça boliviana tem natureza estritamente comercial O presidente da Petrobras Bolívia, o brasileiro Marcos Benício Pompa Antunes, está cumprindo prisão em regime domiciliar em Santa Cruz de la Sierra desde o dia 22 de março por causa de uma ação criminal que corre na Justiça boliviana. A Petrobras confirmou à BBC Brasil a prisão de Antunes, mas afirmou, por meio de nota, que "a disputa tem natureza estritamente comercial, tendo sido indevidamente levada à Justiça criminal naquele país". A ação contra a subsidiária da Petrobras está sendo movida desde outubro pela Vialco, uma companhia privada boliviana contratada para prestar um serviço de terraplanagem para perfuração de poço no Bloco San Antonio. Cinco motivos que levaram o Rio à pior crise de segurança em mais de uma décadaAs 3 grandes incógnitas sobre a Assembleia Constituinte convoc…

Viagem... rs Passando para desejar-lhes um dia hiper abençoado!!!!!! Beijosssss