sábado, 11 de fevereiro de 2017

Trump pode emitir novo decreto para barrar imigrantes muçulmanos









Presidente dos EUA, Donald Trump, em cerimônia no Pentágono, em Washington – 27/01/2017

© image/jpeg Presidente dos EUA, Donald Trump, em cerimônia no Pentágono, em Washington – 27/01/2017
O presidente americano Donald Trump não pretende desistir de seu decreto imigratório que proíbe a entrada de cidadãos de sete países nos Estados Unidos. Enquanto voava para a Flórida, para um final de semana de partidas de golfe com o primeiro ministro japonês Shinzo Abe, Trump declarou que, para fazer valer sua vontade, considera emitir um novo decreto nos próximos dias. “Nós vamos ganhar essa batalha”, declarou.
Em suas primeiras semanas à frente da Casa Branca, Trump emitiu uma ordem para impedir a entrada de cidadãos de países de maioria muçulmana: Líbia, Sudão, Síria, Iraque, Irã e Iêmen. Segundo Trump, a medida afastaria a entrada de terroristas nos Estados Unidos. O decreto, no entanto, está suspenso por decisão de um juiz federal de Seattle, que foi ratificada por uma corte de apelações de São Francisco.
A equipe jurídica do governo de Donald Trump continuará a pressionar a Justiça para liberar o primeiro decreto e está disposta a levar a briga para a Suprema Corte. Como a decisão final deve levar mais alguns dias, Trump não irá esperar: “Precisamos de velocidade por questões de segurança”, afirmou.
Arquivado em:Mundo
msn

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Eles estão caçando gays