terça-feira, 10 de janeiro de 2017

Banco Mundial prevê crescimento de 0,5% para o Brasil em 2017

Projeção da instituição para o país é menor que a média esperada para a economia global neste ano

Expedição VEJA chega à cidade de Sete Lagoas, Minas Gerais
Para 2018, a previsão do Banco Mundial para a economia brasileira é de crescimento de 1,8%; para 2019, de 2,2% (Jonne Roriz/VEJA)

O Banco Mundial projeta que o Brasil vai voltar a crescer em 2017, mas o ritmo ainda ficará abaixo da média da América Latina, dos emergentes e da economia mundial. A estimativa divulgada nesta terça-feira é de crescimento de 0,5% para o Produto Interno Bruto (PIB) brasileiro este ano, 1,8% em 2018 e 2,2% em 2019, de acordo com o relatório “Perspectivas Econômicas Globais”.
Para a economia mundial, a estimativa é de avanço de 2,7% este ano e os emergentes devem crescer 4,2%. Já os países latino-americanos devem ter expansão de 1,2% em 2017, 2,3% em 2018 e 2,6% em 2019.
As projeções do Banco Mundial para o Brasil divulgadas nesta terça melhoraram em relação ao relatório anterior de previsões da instituição, de junho de 2016. Naquele mês, a expectativa era de contração de 0,2% do PIB brasileiro este ano e de expansão de 0,8% em 2018. A recessão de 2016 também será menor do que o anteriormente estimado (contração de 4%), devendo ficar com queda de 3,4%.
Veja.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Eles estão caçando gays