Pular para o conteúdo principal

PT perde única capital que disputou 2º turno




Geraldo Júlio foi reeleito.

© Foto: Reprodução Geraldo Júlio foi reeleito.










Geraldo Júlio (PSB) foi reeleito prefeito de Recife ao derrotar com folga o único petista que disputou o segundo turno em uma capital neste domingo, o ex-prefeito João Paulo.
Com 100% das seções totalizadas, o atual prefeito teve 61,3% dos votos válidos, contra 38,7% de João Paulo.
Nas outras seis cidades em que candidatos do PT disputaram segundo turno neste domingo, o partido também saiu derrotado.
PSDB conquista 7 capitais e lidera ranking com folga, mas perde disputa em Belo Horizonte
O PSDB foi o grande vencedor do segundo turno das eleições municipais confirmando o ótimo desempenho mostrado na primeira rodada de votação e garantindo uma forte liderança nas capitais do país.
A performance tucana ocorreu numa eleição que desmentiu os prognósticos de uma grande renovação, ainda que algumas novidades tenham surgido.
Depois de ter conquistado a maior cidade do país no início do mês, com a inédita vitória em primeiro turno de João Doria em São Paulo, os tucanos venceram neste domingo as disputas em Porto Alegre, Belém, Maceió, Manaus e Porto Velho. Já haviam ganhado também em Teresina no dia 2.
O grande sucesso do PSDB no pleito deste ano, no entanto, deixou um gosto amargo na boca do presidente nacional do partido, o senador mineiro Aécio Neves, que viu o candidato tucano em Belo Horizonte, João Leite, ser derrotado por Alexandre Kalil, do nanico PHS.
O campeão geral de prefeituras conquistadas neste ano, como sempre, o PMDB, ficou em segundo lugar na disputa nas capitais, ganhando em Goiânia, Florianópolis e Cuiabá neste domingo, depois de conquistar Boa Vista no primeiro turno.
Com três capitais, o PDT ocupa o terceiro lugar no novo ranking, seguido por PSB e PSD com duas capitais cada um.
Outros oito partidos irão comandar uma capital a partir de 2017, com destaque negativo para o PT, que conseguiu apenas a reeleição do prefeito de Rio Branco, já no primeiro turno.
As duas maiores cidades que tiveram disputa neste domingo trouxeram novidades, ainda que no Rio de Janeiro ela não tenha se dado pelo nome vencedor, mas sim pelo fato de ele finalmente ter vencido.
(Por Alexandre Caverni)
msn

Comentários