terça-feira, 2 de agosto de 2016

SURDEZ


(Virei as costas)


As palavras saltam perante os olhos
Os discursos fenecem antes do anoitecer
Morrem os sonhos dos que não aprenderam
A construir seu próprio caminhar.
A hipocrisia escancara a boca maldita
E faz jorrar promessas jamais cumpridas.
Já não ouço tudo que dizem, 
nem recordo palavras vãs
Cortei pela raiz tudo que não acrescenta
Virei as costas para as tristezas, para os medos.
Decidi ver minha imagem fora do espelho,
Dessa forma, posso ver melhor como sou
Apenas como sempre fui:
Humana.
************************************
https://www.facebook.com/2016Amorempoesia/

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Eles estão caçando gays