quinta-feira, 30 de junho de 2016

Quando acabará o "Terrorismo"???


Nunca mais acaba o terrorismo


Imagem Google

É com muita mágoa, que de quando em vez, somos confrontados com palavras que nos assustam. Elas são terrorismo, vítimas, atentados, bombas que rebentam, fazem destroços e espalham mortos e feridos, balas que retinem e rasgam a carne, e, não esqueço, os bombistas suicidas… Um rol interminável de palavras duras que nos fazem estremecer. É o quotidiano do mundo em que vivemos.
Mas ao lado disso, vai crescendo como o silvado que toma conta de tudo nos campos, a xenofobia, o racismo, a intolerância face aos emigrantes, o desrespeito face à vida e dignidade do outro. Uma vida humana hoje parece valer quase nada e a consciência acerca do inocente é nula.
É preciso uma vida que começa pela educação que esteja distante da prática do terror e o discurso sobre o terror só deve ser permitido para o repudiar ou travar. Estas ações são muito importantes para que se garanta que as sociedades não procuram mais resolver os seus problemas políticos, sociais, religiosos e outros pela violência de qualquer teor, que espalha o medo e terror.
Nenhum discurso político e ideológico que defenda o terrorismo devia ser tolerado, venha de onde vier e esteja onde estiver. Não pode haver direito à «liberdade de expressão» para espalhar o terrorismo, o racismo e a xenofobia. Também não pode ser compreensível, existirem tantas pessoas que estejam disponíveis para matarem e morrerem por determinadas causas, sejam elas políticas, religiosas, económicas e culturais.  
É urgente a sociedade mundial compreender as ideologias que movem as práticas do terrorismo. Porque, cada ano que passa, a humanidade inteira sente-se, cada vez mais desconfiada entre si, acossada, receosa e com medo de ataques com armas que destroem bens e matam tantos inocentes.
Imagem Google
Este mundo precisa de concerto. Mas, enquanto os Estados ditos civilizados, continuarem a vender armas a Estados e grupos terroristas, a violência continuará a semear dor, lágrimas e morte por esse mundo fora. Em nome do lucro não pode valer tudo.
O terrorismo tem causas e tem duas faces. Não podemos de forma nenhum esquecer todas as componentes que conduzem a esta barbárie em que está mergulhada a humanidade. Uma análise séria requer uma atenção muito importante em todas as vertentes. Porque os verdadeiros culpados deste ambiente de violência e terror em que vivemos estão em todo o lado, de tal forma que até os «pobres» suicidas são também vítimas, manipulados às mãos de quem há muito perdeu o respeito pela vida humana e seguramente viverá cego por interesses puramente materialistas e mundanos.
Posto isto, receio que esta escalada de terrorismo nunca mais nos deixe tranquilos e o mundo cada vez mais vai se convertendo numa enorme fortaleza armada até aos dentes e os cidadãos desconfiados uns dos outros deambulam como que loucos de um lado para outro, porque em qualquer esquina pode rebentar uma bomba ou serem disparadas balas assassinas sobre qualquer cidadão eleito alvo abater pelos loucos que se alimentam de carnificina.      

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Eles estão caçando gays