FANTÁSTICO!!! CONTINUEMOS APOIANDO!! Notícias boas e esperança para seu dia :)

qui 20:09
Boletins Informativos
Queridos amigos da Avaaz,

Se algum dia já houve dúvidas sobre o quanto atuar em conjunto vale a pena ou se a vida parece estar sem luz e esperança, dêem uma olhada no email abaixo. É pura inspiração.

Aposto que vocês não vão conseguir parar de ler : ).

Vitórias da Avaaz em 2016 (só até agora!) 

Libertem as baleias

Durante anos, o magnata islandês Kristjan Loftsson matou centenas de baleias-fin, ameaçadas de extinção. Mas a matança acabou. Junto com parceiros, um milhão de membros da Avaaz forçaram o governo holandês a fechar seus portos para os navios do magnata. E nossos membros da Alemanha fizeram o mesmo. A partir daí criamos uma tempestade política e um rebuliço na mídia no Caribe, onde o navio de Loftsson tinha registro. Resultado: após anos de pressão, ele desistiu de continuar a caça!
“Sem dúvidas, a pressão global feita pela comunidade da Avaaz teve um papel fundamental na tão esperada decisão de Loftsson.”
- Vanessa Williams-Grey, da organização "Whale and Dolphin Conservation"

Proíbam as armas para a Arábia Saudita

Quando o assunto é direitos humanos, a Arábia Saudita é um pesadelo. Mas depois de terem bombardeado escolas e hospitais no Iêmen, surgiu um clamor na Europa por um embargo aos armamentos vendidos para o país. Quando os políticos da União Europeia começaram a vacilar, sob a pressão de poderosos lobistas sauditas, 740 mil membros da Avaaz se mobilizaram, inundando os parlamentares com mensagens e telefonemas. E conseguimos: pela primeira vez na história, um parlamento ocidental votou para banir a venda de armas para a Arábia Saudita! Agora a pressão é para que outros governantes sigam o exemplo da Europa.
"Nos telefonaram de países como Escócia, França e Iêmen, exigindo ação; A Avaaz teve um grande papel ao levar essa mensagem para o Parlamento Europeu."
- Alyn Smith, Parlamentar Europeu

Interrompendo a caça às baleias

O pesticida RoundUp é o produto mais conhecido da Monsanto, responsável por 30% da renda da empresa. Quando cientistas da ONU afirmaram a probabilidade do RoundUp causar câncer, 1,5 milhões de membros da Avaaz pediram sua proibição imediata. O prazo para a Europa renovar a licença da Monsanto por mais 15 anos estava se aproximando, e foi aí que a Avaaz entregou as assinaturas da petição e milhares de pessoas escreveram e telefonaram para os governantes. No último momento, o apoio à proibição enfraqueceu e a Comissão Europeia foi forçada a adiar a votação! Vamos continuar nos mobilizando até conseguir essa proibição tão necessária para a saúde do planeta.

“A Avaaz ajudou a conscientizar as pessoas sobre o químico glifosato, presente no RoundUp. Isso me ajudou, enquanto parlamentar, a trabalhar a questão internamente. Continuem lutando conosco!”
- Pavel Poc, Parlamentar Europeu e Vice Presidente da Comissão de Meio Ambiente, Saúde e Segurança Alimentar do Parlamento Europeu.

Vitórias pela Palestina

Após massacres terríveis contra civis em Gaza, quase dois milhões de pessoas exigiram que seis grandes empresas deixassem de lucrar com a ocupação militar israelense da Palestina. Nosso movimento enviou mensagens para CEOs, organizou manifestações de Londres a Ramalá, reuniu-se com o governo e funcionários corporativos e pressionou outros países a cortar os laços com as empresas em questão. E desde o mês passado, três delas se retiraram! É uma tática que está impactando a luta pela paz e liberdade.
“Os quase 2 milhões de membros da Avaaz que se uniram para tirar os investimentos destas empresas da ocupação mostra a Israel que a pressão popular está ganhando o público geral.”
- Rabina Alissa Wise, Vice-Diretora, Jewish Voice for Peace

Salvando as crianças refugiadas

Milhares de crianças sírias estão perdidas na Europa, sem seus pais e à mercê de traficantes infantis. Para minimizar o problema, 40 mil membros fizeram doações para apoiar advogados no trabalho de encontrá-las, fornecer assistência jurídica e garantir-lhes segurança. Dezenas de crianças já estão ganhando apoio: ainda nesta semana, três garotos chegaram a Londres para reunir-se com suas famílias pela primeira vez em meses!
"Não tenho palavras para expressar a minha sincera gratidão por todos vocês. Obrigado do fundo do meu coração."
- Um dos garotos, ao chegar ao Reino Unido

Proíbam a mutilação genital feminina

O primeiro-ministro da Somália acabou de se juntar a mais de um milhão de nós assinando ele mesmo a petição pela proibição permanente da Mutilação Genital Feminina (MGF). Especialistas em direitos das mulheres da Somália nos disseram que uma pressão global poderia ajudá-las a proibir a Mutilação Genital Feminina (MGF), mas nunca imaginamos que o primeiro-ministro da Somália, o ministro de relações exteriores e o ministro dos direitos humanos e das mulheres responderiam assinando também a petição! Trabalhando com essas lideranças, a UNICEF e sobreviventes, agora é provável que a MGF, procedimento feito em 98% das mulheres na Somália, torne-se ilegal no país.
“Estou comprometido a banir a MGF na Somália através da legislação, educação e envolvimento da comunidade.”
- Primeiro Ministro da Somália, Omar Abdirashid Ali Sharmark, eunquanto assinava nossa petição.

Brilhando em 2016

Estas lutas fazem parte de desafios gigantescos que envolvem forças de amor, medo, esperança e desespero, ignorância e compreensão. Em algumas ocasiões, as campanhas da Avaaz tratam de fazer brilhar a luz do nosso movimento popular sobre tais desafios, ajudando a modelar nossa cultura e política. Aqui alguns exemplos de campanhas deste tipo nos últimos meses:

Os heróis gregos

Inspirado por pescadores e aposentados gregos que têm salvo e cuidado de milhares de famílias desesperadas de refugiados, Alkmini, membro da Avaaz na Grécia, iniciou uma petição para nomear estes "heróis desconhecidos" para o Prêmio Nobel da Paz. Em seguida, mais de 600 mil pessoas, junto com Desmond Tutu e mais de 230 acadêmicos, apresentaram uma candidatura oficial ao Comitê do Prêmio Nobel. Esta comovente história de humanidade vencendo o medo circulou na imprensa mundial, desde a CNN à BBC.
"Em momentos em que o medo e o racismo ameaçam nossas sociedades e a Europa levanta cercas, a grande mobilização dos membros da Avaaz fez a voz da humanidade ecoar bem alto ao redor do mundo."
- Matina Katsiveli, cofundadora da Leros Solidarity Network

Escravizadas na Guatemala

Após décadas de silêncio, 14 corajosas mulheres foram ao tribunal para enfrentar os generais da Guatemala que as mantiveram como escravas sexuais. Quando entraram na sala do tribunal, foram cercadas de carinho por mensagens de mais de 40 mil membros da Avaaz de toda a América Latina. A coragem das mulheres prevaleceu e, pela primeira vez na história, os generais foram condenados por crimes contra a humanidade!
"Fiquei feliz de ouvir as mensagens de apoio. Sei que não estou sozinha e quis mostrar meu rosto quando ouvi dizer que em todo o mundo há pessoas me apoiando."
- Doña Rosa, uma das mulheres

Colônia

Depois que mulheres foram atacadas na noite de Ano Novo, uma onda de racismo e xenofobia espalhou-se por toda a Alemanha. Homens refugiados responderam distribuindo flores para as mulheres nas ruas como uma demonstração de respeito. Para retribuir o gesto e mostrar solidariedade e acolhimento, 100 membros mulheres da Avaaz entregaram floresaos refugiados de Colônia, local dos ataques. O vídeo viralizou!

"Homens refugiados distribuíram flores para mulheres como um sinal de paz. Como membros da Avaaz, quisemos retribuir esse gesto corajoso para mostrar que combatemos o ódio com humanidade."
- Maresa, membro da Avaaz


Esse tipo de coisa aquece o coração, não é?

O mais legal de tudo isso é que estas histórias são apenas uma fração do que o nosso movimento tem feito nos últimos meses!

Nossa atuação faz a diferença. Estamos vencendo, e conquistando vitórias de uma maneira que ajuda a construir o mundo que sonhamos para nossos filhos e netos. Há muito mais o que fazer, mas este é um momento de gratidão por essa comunidade com mais de 43 milhões de pessoas incríveis. Que alegria poder fazer tudo isso junto com vocês.

Obrigado, obrigado, obrigado!

Um abraço com amor e gratidão,

Ricken, Alice, Ben, Maria Paz, Emily, Risalat, Mike, Lisa, e toda a equipe da Avaaz

PS: Um dos motivos pelos quais a Avaaz pode fazer tudo isso é porque somos financiados apenas por pequenas doações individuais de pessoas. Não aceitamos dinheiro de empresas, governos, fundações ou grandes quantias. Para ajudar a manter nosso movimento, clique aqui: 

https://secure.avaaz.org/po/reportback_fr_16mar/?bANvhjb&v=74441&cl=9717831582 

Comentários

  1. Sou membro da AVAAZ, há muito. Amo e admiro bastante a invulgar e comovente capacidade de dádiva dos seus líderes. Esta extraordinária Organização é a grande Esperança que me resta. Ela está a dar um maravilhoso contributo na construção de um mundo mais justo, mais fraterno, mais feliz! Um grato abraço para TODOS! <3

    ResponderExcluir

Postar um comentário