Anistia Internacional pede investigação urgente sobre morte de garoto em Manguinhos

Cristian Soares, de 12 anos, foi baleado nesta terça-feira (8) perto de campo de futebol

Moradores foram reprimidos por spray de pimenta em protesto pela morte de Cristian da Silva, 
de 12 anosErnesto Carriço/Agência O Dia

A Anistia Internacional divulgou nesta terça-feira (8) uma nota pública que pede investigação “de forma célere” sobre a morte de Cristian Soares da Silva, de 12 anos. O menino foi baleado quando estava próximo ao campo de futebol da comunidade. A Anistia afirma que “condena o uso da força e de armas de fogo de forma desnecessária e irresponsável por parte das polícias”.

O diretor executivo da Anistia Internacional, Átila Roque, afirmou que a morte de Cristian é “resultado dessa lógica de guerra que marca a política de segurança pública no Brasil”. O diretor destaca, ainda, que jovens negros e moradores de periferias são as principais vítimas.
A organização aponta relatos que policiais tentaram alterar a cena do crime. Moradores da comunidade fecharam ruas, atearam fogo em ônibus, sofás e caçambas de lixo como forma de protesto.
Policiais reprimiram a reação dos moradores com bombas de efeito moral e spray de pimenta. Um ônibus também foi incendiado pelos moradores.
http://noticias.r7.com/rio-de-janeiro/anistia-internacional-pede-investigacao-urgente-sobre-morte-de-garoto-em-manguinhos-08092015

Comentários