Pular para o conteúdo principal

OS PRÉDIOS MAIS CURIOSOS AO REDOR DO MUNDO

De um edifício em forma de cesta de piquenique a uma casa de ponta-cabeça, confira a nossa seleção com as construções mais excêntricas do planeta
A "Dancing House" (CAsa Dançante) é uma das atrações turísticas de Praga, capital da República Checa
  • A "Dancing House" (CAsa Dançante) é uma das atrações turísticas de Praga, capital da República Checa
  •  Atomium (Bruxelas, Bélgica) -  Este símbolo futurista da capital belga foi construído especialmente para a Exposição Mundial de 1958 e moldado sobre o modelo de um cristal de ferro elementar ampliado 165 bilhões de vezes. A esfera superior oferece vistas únicas e espectaculares sobre o horizonte da cidade, enquanto as outras abrigam salas expositivas.
  •  Museu Guggenheim (Bilbao, Espanha) -  O cartão-postal mais conhecido de Bilbao, importante cidade basca no norte da Espanha, é este curioso museu projetado pelo arquiteto canadense Frank Gehry. Seu exterior extravagante é composto por placas de titânio curvadas que lembram escamas de peixe. O prédio começou a ser construído em 1992 e foi inaugurado cinco anos depois.
  •   Birmingham Bull Ring (Birmingham, Inglaterra) -  Inaugurado em 2003, este edifício abriga um centro comercial com mais de 160 lojas e restaurantes. Sua fachada futurista foi inspirada em um vestido de lantejoulas do estilista Paco Rabanne e conta com cerca de 15 mil discos brilhantes de alumínio.
  •  La Pedrera (Barcelona, Espanha) -  Também conhecido como 'Casa Milà", o edifício é mais uma obra-prima do arquiteto catalão Antoni Gaudí em Barcelona. Tudo nele impressiona, desde o o curioso exterior ondulado que lembra o movimento das ondas do mar até o terraço com chaminés.
  •  Crazy House (Dalat, Vietnã) -  A Hang Nga Guesthouse, popularmente conhecida como Crazy House" (Casa Louca) aparece frequentemente nas listas que reúnem os edifícios mais criativos do mundo. Foi projetada pelo arquiteto vietnamita e impressionista Dang Viet Nga e chama a atenção por suas formas não-retilíneas que se assemelham a uma árvore com janelas irregulares.
  •  Krzywy Domek (Sopot, Polônia) -  Este edifício comercial é um ponto turístico popular de Sopot, cidade litorânea situada no norte do território polonês. A inspiração para a sua forma veio de ilustrações de contos de fadas poloneses. É como se o prédio tivesse sido deformado por algum programa de edição gráfica.
  •  Templo de Lótus (Nova Déli, Índia) -  O templo construído na forma de uma flor de lótus é um dos principais símbolos modernos da capital indiana. O arquiteto Furiburz Sabha escolheu o lótus como o ícone comum para adeptos de diversas religiões que podem entrar livremente no prédio para rezar ou meditar. Em torno das pétalas, há nove piscinas de água que se acendem assim que anoitece.
  •  Basket Building (Newark, Estados Unidos) -  O prédio em forma de cesta de piequenique é a sede da Longaberger Company, uma empresa conhecida por produzir artigos para o lar e cestas de madeira artesanais. A curiosa construção foi inaugurada em 1997.
  •  Teatro-Museu Dalí (Figueres, Espanha) -  Este curioso museu dedicado ao pintor surrealista Salvador Dalí encontra-se na cidade de Figueres, a terra natal do artista. Depois que um antigo teatro foi arruinado durante a Guerra Civil Espanhola, Dali decidiu reconstruir o edifício, acrescentando elementos tão excêntricos quanto as suas obras de arte.
  •  Museu de Arte Conteporânea (Niterói, Brasil) -  Cartão-postal da cidade de Niterói, no Rio de Janeiro, o MAC é uma das obras mais famosas do arquiteto Oscar Niemeyer. A estrutura de concreto armado foi erguida no chamado mirante da Boa Viagem e descortina uma belíssima vista sobre a baía de Guanabara. Para muitos, o prédio lembra um disco voador.
  •  Dancing House (Praga, República Checa) -  O curioso edifício de linhas ousadas é um dos símbolos da arquitetura moderna de Praga. Foi projetado em 1992 pelo arquiteto Vlado Milunić em parceria com o arquiteto canadense Frank Ghery. Um de seus apelidos é "Ginger & Fred" por lembrar o famoso casal de dançarinos Ginger Rogers e Fred Astaire.
  •  Waldspirale (Darmstadt, Alemanha) -  Parece um prédio de algum parque de diversões, mas, na verdade, trata-se de um complexo residêncial multicolorido. Apelidada de Waldspirale (algo como "floresta em espiral"), a construção de formas irregulares foi projetada pelo artista austríaco Friedensreich Hundertwasser, que morreu poucos meses antes de ver a obra concluída.
  •  Hotel Marques de Riscal (Elciego, Espanha) -  Situado na província espanhola de Ávala, no norte do país, o hotel foi projetado por Frank Owen Gehry e lembra muito o Museu Guggenheim, outra obra icônica do arquiteto canadense. Como fica em uma região viticultora, o contraste do edifício de curvas ousadas com a vocação rural da propriedade é bastante evidente.
  •  Cidade das Artes e das Ciências (Valência, Espanha) -  O complexo cultural, educativo e arquitetônico é uma das obras mais famosas de Santiago Calatrava, o mesmo arquiteto que projetou o Museu do Amanhã, no Rio de Janeiro. O prédio central "L'Hemisfèric" lembra a forma de um olho gigante e foi o primeiro a ser inaugurado, em 1998.
  •   Kunsthaus (Graz, Austria) -  Fundado em 2003, o museu de arte moderna é o prédio que mais se destaca na paisagem da segunda maior cidade da Áustria. É como se fosse um enorme balão azul flutuando entre os telhados das casas tradicionais do centro historico. O projeto é dos arquitetos britânicos Peter Cook e Colin Fournier.
  •   Torre Agbar (Barcelona, Espanha) -  O emblemático edifício de 142 metros de altura foi construído pelo Grupo Agbar, a empresa responsável pelo abastecimento de água em Barcelona. A torre representa uma fonte de água que muda constantemente suas cores dependendo da incidência da luz. À noite, fica ainda mais bela, alternando tons de azul, rosa e vermelho.
  •   Biosfera de Montreal (Montreal, Canadá) -  Localizada no Parc Jean-Drapeau, esta esfera de aço abriga o único museu ambiental da América do Norte. A instituição conta com exposições e atividades que ajudam o visitante a entender as principais questões ambientais relacionadas com a água, ar, alterações climáticas e desenvolvimento sustentável.
  •  Wonderworks (Orlando, Estados Unidos) -  A famosa "casa de ponta-cabeça" tem várias versões pelos Estados Unidos, incluindo uma em Orlando, na Flórida, muito visitada pelos turistas brasileiros. Dentro, o local é uma mistura de museu e parque de diversões indoor com exposições interativas para visitantes de todas as idades.
  •  Ontario College of Art and Design (Toronto, Canadá) -  Este curioso edifício de fachada pixelada preta e branca sustentada por 12 pilares multicoloridos é uma extensão da escola de arte e design da província de Ontário (OCAD).
  •  Spittelau District Heating Plant (Viena, Áustria) -  Foi o conhecido artista austríaco Friedensreich Hundertwasser que assumiu a tarefa de redesenhar o exterior do Spittelau District Heating Plant, uma usina de distribuição de aquecimento urbano. O edifício é um bom exemplo da combinação harmônica entre tecnologia, arte e ecologia.
Não é preciso ser um arranha-céu com observatório nas alturas para um edifício se destacar na paisagem de uma cidade e atrair a atenção dos turistas. Muitos projetos arquitetônicos ao redor do mundo impressionam pela criatividade e ousadia, muitas vezes por meio de formas nunca vistas em outros lugares, em outras por parecer alguma atração vinda do futuro.
Assim como estátuas e monumentos incomuns instalados em locais de grande circulação, obras de arte pública, pontes urbanas e construções emblemáticas, estes prédios raramente passam despercebidos do olhar dos viajantes e ainda funcionam como uma pausa visual na agitação da vida diária dos moradores.
http://www.pureviagem.com.br/noticia/os-predios-mais-curiosos-ao-redor-do-mundo_a7550/1


Comentários