sábado, 7 de março de 2015

Mulheres de A a Z... o ponto em comum é o fato de "ser"... Mulher!!



Resultado de imagem para dor da violência contra a mulher

Mulheres de A a Z...
Não se trata (absolutamente) de 'nenhum' caso da vida real. Os nomes aqui utilizados são todos fictícios. Qualquer semelhança com a realidade ou vida de alguém (apesar de haver sido inspirado em fatos do cotidiano) terá sido simples coincidência.


Resultado de imagem para dor da violência contra a mulher

Dos 26 acusados nenhum permanece preso até o momento. Dois estão foragidos. Um aguarda julgamento em liberdade. Quanto aos demais, nunca mais ouvi falar. Certamente entrarão para as tristes estatísticas dos crimes 'esquecidos'.


Resultado de imagem para dor da violência contra a mulher

Analice Oliveira, 26, grávida de gêmeos, no sexto mês, assassinada enquanto dormia, pelo ex-companheiro. O mesmo não aceitava o fato de que iria ser pai.

Bianca de Souza, 17, teve  o rosto deformado em virtude de haver sido queimado por soda cáustica, pelo namorado, por motivo de ciúmes.

Clarice Ferreira de Menezes, 39, morta à facadas, na frente dos filhos de dois e cinco anos, pelo companheiro. O mesmo era alcoólatra. Motivo: ele não aceitava a separação.

Damiana Amélia dos Santos, 15, sequestrada e assassinada pelo namorado também adolescente. Motivo: ele desconfiava que ela estaria o traindo com um amigo do casal.

Eliane de Castro, 35, morta (enquanto dormia) junto com os dois filhos pequenos. Teve o barraco incendiado, tendo como principal suspeito o pai de uma das crianças. 

Francisca da Mota Paiva, 40, assassinada a tiros em uma emboscada quando retornava à noite do trabalho. O suposto assassino é um ex-colega de trabalho que há meses tentava um relacionamento com a vítima, que não o aceitava.

Geralda Gomes, 67, violentada e morta em sua própria casa, pelo amante de uma de suas filhas. Motivo: ela tomava parte nas brigas do casal.

Helena Lira Duarte, 26, (uma semana antes do casamento) morta por estrangulamento. Suspeito: um cunhado que não aceitava que a mesma se casasse.

Irene Maracajá, 79, espancada, torturada e morta por um tiro, pelo caseiro. O mesmo fugiu levando jóias e dinheiro da família.

Jandira Paulina do Vale, 52, morta por asfixia pelo marido, quando o mesmo chegou em casa sob efeito de álcool e drogas.

Kátia Damasceno, 13, violentada e morta pelo padrasto, ao chegar da escola, enquanto a mãe trabalhava.

Lúcia Álves de Alencar, 46, morta por encomenda, a mando do ex-amante. O mesmo não se conformava com o fim do relacionamento, que durara 12 anos.

Maria de Lourdes Silva, 21, morta por envenenamento pelo namorado. Motivo: ele não aceitava o fato de que a mesma estaria grávida.

Nádja Violeta, 19, morta por atropelamento quando atravessava um cruzamento. Suspeito: um amigo de faculdade, por motivo de ciúmes de um professor.

Olívia Travell, 59, estuprada e morta na própria cama. Suspeito: o ex-marido inconformado com a divisão dos bens.

Paula Francinetti Cena, 29, morta a tiros de fuzil, após ter sido levada para um matagal quando voltava do trabalho. Suspeito: o noivo que estaria mantendo um relacionamento com outra pessoa.

Quésia Maria, 30, morta após cair do 14º andar. Suspeito: o esposo, do qual estava se separando, por ele ser usuário de drogas e viciado em jogo.

Rita Maciel, 33, sequestrada e assassinada pelo ex-namorado (ex-presidiário), o mesmo não aceitava o fato de ver o filho ser criado junto com o novo companheiro da mulher.

Simone Lima Paixão, 25, seu corpo carbonizado foi encontrado em um terreno baldio. Suspeito: o noivo, que até hoje não foi localizado.

Tânia Maria Tavares, 39, morta em um acidente (provocado) quando dirigia o próprio carro. Suspeito: o marido, do qual estava se divorciando.

Umbelina Conceição de Maria, 89, torturada e queimada ainda viva (durante a madrugada), pelo neto e filho adotivo, viciado em crack e outras drogas.

Vera Lúcia Carrião, 28, teve as duas orelhas decepadas e os cabelos cortados com faca, além de ter o rosto deformado por queimaduras com produto químico. Suspeito: um vizinho (amigo de infância) que não aceitava ser rejeitado pela mesma.

Wllyana Thomas Alburqueque, 10, sequestrada na porta da escola, foi encontrada morta e com sinais de violência sexual. Suspeito: vigia da escola.

Xuxa "da Academia", 23, morta à pauladas quando tentou defender o filho de 01 ano, vítima de espancamento pelo próprio pai.

Yzolda Cezarin, 44, estrangulada enquanto dirigia e jogada junto com o carro em um abismo. Suspeito: o diretor da empresa onde trabalhava.

Zenir Arantes Pascoal, 56, assassinada a tiros quando caminhava para igreja. Suspeito: o próprio genro, inconformado com a separação da esposa.

Resultado de imagem para dor da violência contra a mulher

**********************************************
Imagens: Pesquisa Google.

Resultado de imagem para dor da violência contra a mulher




Nenhum comentário:

Postar um comentário

Eles estão caçando gays