quarta-feira, 17 de dezembro de 2014

Eu compartilho... (reeditado)

Enterro do menino Gabriel
Eu compartilho... 

-da tua ansiedade durante a espera,
todo fim de tarde,
-da tua saudade enquanto ele estava fora,
-da tua aflição quando previas, sem querer, uma "fatalidade",
-da tua preocupação antes dele sair diariamente, 
para que nada lhe faltasse,
-da tua responsabilidade, quando ligavas, 
procurando saber se ele estava bem...

Eu compartilho...

Das tuas dores e lágrimas,
do teu desespero pela perda do teu maior 
tesouro, teu filhinho inocente e tão pequenino
(Gabriel Martins Alves de Oliveira, 2 anos) 
porque...
afinal, aprendi a sentir a dor, todas as dores do mundo, mas também aprendi a amar qualquer pessoa nesse mundo. Sou mãe e avó.
******
Aparecida  Ramos
isisdumontprosaeverso.net

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Eles estão caçando gays