CASO DA PROPINA: VAZA NA INTERNET VÍDEO COM DEPOIMENTO DO MOTORISTA

mensalão-audiência

Vazou na Internet vídeo dos depoimentos ocorridos, na noite de 30 de junho de 2011, quando durante uma blitz, policiais detiveram uma Volkswagem Fox de placas DYE-5922, onde encontraram R$ 81 mil e alguns documentos que, supostamente, revelariam um esquema de pagamento de propina a quatro auxiliares do governador Ricardo Coutinho.

No vídeo é possível conferir o depoimento do motorista que conduzia o veículo. Durante seu depoimento, um dos investigadores indaga: “O que você estava fazendo com altos valores em dinheiro dentro do seu carro, estacionado?” Ele se recusou a informar o que estava fazendo com o numerário. O detalhe ficou consignado no boletim de ocorrência.
A detenção ocorreu nas proximidades da Favela Boa Esperança, onde havia uma lombada eletrônica. O dinheiro estava em pacotes de R$ 5 mil, com cédulas de R$ 50. Ainda no depoimento, o motorista afirmou que todo o dinheiro em referência era de propriedade de um advogado.
A denúncia – Em 30 de junho de 2011, durante a realização de uma blitz de rotina, os policiais mandaram um motorista parar para averiguações. De forma inesperada, ele tentou evadir-se, mas não conseguiu furar o cerco policial.
Dentro de um veículo, os policiais encontraram R$ 81 mil, em espécie. O dinheiro tinha sido sacado numa agência do Banco do Brasil, em Recife. Junto, os policiais encontraram um papel branco com as seguintes marcações: G – 28.000,00; L – 10.000,00; C – 39.000,00; Dra. Laura 4.000,00. Somando, totalizava precisamente… R$ 81 mil.
No curso das investigações, descobriu-se que “G” seria de Gilberto Carneiro (procurador geral do Estado, “L ” de Livânia Farias (secretária de Administração), “C” – Coriolano Coutinho (Irmão do governador) e Dra. Laura (Farias) da Sudema. Mas, então, aconteceu algo inexplicável e paranormal: o inquérito que deveria ser remetido ao Ministério Público.
Blog do Helder Moura

Comentários