domingo, 21 de setembro de 2014

O que homens e mulheres tem em comum?


Menopausa e Andropausa: O que homem e mulher têm em comum?

Nós sabemos que homens e mulheres apresentam características bem diferentes, ambos possuem as suas particularidades, porém muitas vezes os organismos funcionam de maneira comum.
Conforme vamos envelhecendo – com o passar natural do tempo – nosso corpo sofre algumas mudanças e renovações, umas delas é a mudança hormonal. O nosso corpo vai perdendo sua capacidade de produção hormonal. Nas mulheres esse processo resulta a temida menopausa e, nos homens, esse processo resulta a desconhecida andropausa.
Vale ressaltar, antes de continuarmos, que a menopausa e a andropausa não são doenças, são apenas um estágio da vida da mulher e do homem, deixando claro que todas as mulheres passam por esse estágio de menopausa, mas nem todos os homens, passam pela andropausa. Somente a minoria dos homens passa pela andropausa.
A menopausa e a mulher:
Entre os 45 e 55 anos da mulher (geralmente) os ovários deixam de produzir, aos poucos e não de uma vez, os hormônios estrogênio e progesterona até perderem totalmente a capacidade de funcionar. Com essa parada nos hormônios a mulher perde a sua capacidade reprodutiva, portanto não ocorre a ovulação e nem a menstruação. A principal característica da menopausa é a parada/ausência da menstruação.
A menopausa pode, ou não, apresentar sintomas antecedentes e ocorre em um processo gradual que leva, normalmente, um ano – porém pode durar menos ou mais.
Alguns sintomas da menopausa são:
  • Ondas de calor;
  • Diminuição do desejo sexual, perda da libido;
  • Suor noturno;
  • Ressecamento vaginal: a mucosa fica mais fina, menos elástica e com pouca lubrificação.
  • Irregularidade dos ciclos menstruais;
  • Insônia;
  • Irritabilidade;
  • Ansiedade;
  • Depressão.
A andropausa e o homem:
Parece até brincadeira afirmarmos que o homem também tem a sua “menopausa particular”, bom, pelo menos é à menopausa que o termo “andropausa” faz analogia.
A andropausa se caracteriza pela ausência do hormônio testosterona, a partir dos 50 anos os homens sofrem uma alteração nos testículos que ocasiona a redução da produção de testosterona. Apesar de sofrerem essa mutação os homens não se tornam inférteis, eles continuam produzindo espermatozoides, então continuam férteis.  Diferente da menopausa, a andropausa não afeta todos os homens, mas sim uma pequena parcela deles.
A andropausa pode ser, ou não, anunciada. Os sintomas são:
  • Aumento da proporção de gordura corporal
  • Diminuição da massa muscular
  • Tendência à anemia
  • Tendência à osteoporose
  • Perda de interesse sexual
  • Dificuldade de ereção
  • Dificuldade de concentração
  • Problemas de memória
  • Apatia e depressão
  • Queda de pelos
  • Aumento de peso
  • Irritabilidade
  • Insônia
Para detectar a andropausa o homem pode realizar um exame de sangue, claro, com acompanhamento do urologista.
Como dissemos, a menopausa e a andropausa não são doenças, porém podem ser a porta de entrada para predispor o aparecimento ou o agravamento de algumas doenças, como a Osteoporose por exemplo.
Por isso, quando o homem e a mulher entram em suas respectivas fases é feito o exame de Densitometria Óssea para verificar a condição óssea. No caso dos homens também é realizado o exame de Ecografia de Próstata e Abdome.
Para essas duas fases há o tratamento indicado, ele se faz a base de:
  • Reposição Hormonal – o tratamento repõe o hormônio que os homens e as mulheres vão perdendo gradativamente;
  • Alimentação – é necessário incluir componentes e substâncias na alimentação para que o corpo não sofra com as alterações hormonais;
  • Exercícios Físicos – praticar exercícios adequadamente;
  • Para de fumar.
Essas duas fases são acontecem na vida dos homens e das mulheres para que ambos tenham seus corpos preparados para o processo de envelhecimento. Não são motivos de desconforto, apesar de trazerem desconforto. São processos normais e naturais.
Lembrando que sempre se deve optar por acompanhamento médico.
Curiosidade: Muitas mulheres relatam que o seu desejo sexual aumentou após a menopausa. Isso acontece porque com a baixa produção de estrogênio e progesterona, o hormônio testosterona se sobressai – embora a quantidade de testosterona nas mulheres seja mínima. Esse hormônio aguça a libido das mulheres.
http://blog.onofre.com.br/2011/10/21/menopausa-e-andropausa/

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Eles estão caçando gays