quinta-feira, 17 de julho de 2014

O Amor e o Vento/ZENIT

  



 

O Amor e o vento

“Sou eu, não tenhais medo!” Estas palavras vieram conter o medo que os discípulos de Jesus sentiram quando avistaram um vulto caminhando sobre as águas do mar agitado pela ventania. Pedro então desafia: “Se és tu, manda-me ir ao teu encontro, caminhando sobre a água”. Jesus respondeu: “Vem!” O mar é misterioso, é uma força natural indomável. Jesus mostra seu senhorio sobre as potencialidades e caminha tranquilamente calcando seus pés sobre elas. Todos os ventos contrários que sopram contra nossa vida, que se opõe a nossa alegria e paz, não serão barreiras em nosso caminho, se Jesus for o Senhor de nossas vidas, pois onde o Senhor habita, ali está o amor. O vento que ali soprar será uma brisa suave chamada confiança. Pedro quando sentiu o vento, ficou com medo e começou a afundar, gritou: “Senhor, salva-me”! Ora, o vento estava lá antes dele se aventurar, mas ele desconfiou. “Homem fraco na fé, porque duvidaste?” Uma lição:A fé é um processo de amor e confiança!

JamesAssaf
http://www.recantodasletras.com.br/autor_textos.php?id=14943

Imagem: Pesquisei no Google.
JamesAssaf é poeta/escritor, cadastrado no Recanto das Letras, onde publica suas obras literárias. Obrigada por compartilhar, querido amigo!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Eles estão caçando gays