sexta-feira, 25 de julho de 2014

Banho de chuva (poesia/recordação)




A chuva cai lenta e contínua.
Gotas se multiplicam rapidamente, 
embaçando o vidro da janela...
Observo seu bailado sobre os paralelepípedos da rua.
De short e camiseta, me arrisco a caminhar descalça 
e sem guarda chuva...
Leia mais em:
http://www.isisdumont.prosaeverso.net/publicacoes.php

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Eles estão caçando gays