domingo, 16 de fevereiro de 2014

O pior telefonema que alguém poderia receber


Ian Bassin - Avaaz.org

Hoje em 7:46 AM
Cara comunidade,


Milhares de habitantes do leste da África estão sendo raptados e torturados por mafiosos perversos do Sinai, no Egito, que exigem das famílias quantias absurdas pela liberdade dos seus parentes. Mas se mostrarmos às autoridades egípcias que esse escândalo não é mais um segredo, e que irá afetar a reputação turística da região, poderemos forçá-los a dar fim a este absurdo. Assine agora:

assine a peticao
Haben*, grávida de nove meses e acorrentada, foi espancada sem piedade pelos seus torturadores, que exigiram de seu marido um resgate de U$35 mil. Ela deu à luz algemada, ao lado de outras pessoas que tinham sido sequestradas como ela. E a única coisa disponível para cortar o cordão umbilical era um pedaço de metal enferrujado. É inacreditável que casos assim aconteçam em pleno 2014!

Surpreendentemente, Haben sobreviveu. Ela é uma dentre milhares de habitantes da região leste da África que são raptados e torturados por traficantes na península do Sinai, no Egito, até que suas famílias paguem enormes quantias por sua liberdade. Se mostrarmos às autoridades do Egito que esse segredo nojento foi revelado, e que irá afetar a reputação turística da "Riviera do Mar Vermelho", poderemos acabar com as redes de tráfico e libertar estas pessoas da situação de escravidão.

Cada hora a mais que estes homens, mulheres e crianças passem em cativeiro é tempo demais. Assine a petição agora e encaminhe para todos. Quando alcançarmos um milhão de assinaturas, a Avaaz vai fazer barulho na imprensa mundial para pressionar o Egito a tomar uma atitude:

http://www.avaaz.org/po/end_the_torture_trade_loc/?bMsScdb&v=35923

Se conseguirmos acabar com o contrabando de pessoas na península do Sinai, uma das rotas maisconhecidas de tráfico de pessoas do mundo, poderemos atingir em cheio um mercado criminoso que mantém, por ano, cerca de um milhão de pessoas em cárcere.

E é possível. O governo do Egito tem a legitimidade e já está investindo os recursos necessários para acabar com os traficantes. E existem algumas maneiras de ajudarmos:
  • Unir forças com os países que enviam ajuda financeira ao Egito, e assim pressionar as autoridades egípcias;
  • Contratar anúncios publicitários tendo como alvo a premiada indústria de turismo do Egito;
  • Expor os principais traficantes de pessoas em uma série de campanhas nacionais da Avaaz na região;
  • Ajudar jornalistas a entrarem em campos de tortura para investigar se existe negligência por parte das autoridades.
Vamos dar início a esta campanha unindo um milhão de vozes pelo fim do sofrimento causado pelo tráfico de pessoas. Assine agora e compartilhe com todos:

http://www.avaaz.org/po/end_the_torture_trade_loc/?bMsScdb&v=35923

Nossa comunidade já atuou diversas vezes para ajudar pessoas em situações terríveis. No ano passado, ajudamos a resgatar trabalhadores indianos que estavam sendo proibidos de sair do Bahrein. E ajudamos a fornecer comida e medicamentos para os civis na Síria, presos em meio a uma guerra. Agora podemos ajudar a libertar pessoas que estão sofrendo com a tortura no Egito.

Com esperança e determinação,

Ian, Nick, Ari, Bissan, Alice, Wissam, Ricken e toda equipe da Avaaz

*Haben é um pseudônimo, mas a história é real.


MAIS INFORMAÇÕES:

Pelo menos 30 mil pessoas foram vítimas de tráfico no Sinai (Gazeta do Povo)
http://www.gazetadopovo.com.br/m/conteudo.phtml?id=1430678

ONG denuncia tráfico humano no Sudão e no Egito (Yahoo)
http://br.noticias.yahoo.com/video/ong-denuncia-tr%C3%A1fico-humano-no-161200397.html

Amnistia Internacional denuncia tráfico humano no Sudão e Egípto (Voz da América)
http://m.voaportugues.com/a/sudan-egypt-kidnapping/1634193.html

Sequestrado no deserto sobrevive e relata sete meses de torturas (IG)
http://ultimosegundo.ig.com.br/mundo/bbc/2013-05-21/sequestrado-no-deserto-sobrevive-e-relata-sete-meses-de-torturas.html

Travessia das fronteiras com Israel e Egito expõe imigrantes da Eritreia e de Darfur à extorsão (Diário de Pernambuco)
http://www.diariodepernambuco.com.br/app/noticia/mundo/2012/08/12/interna_mundo,390527/travessia-das-fronteiras-com-israel-e-egito-expoe-imigrantes-da-eritreia-e-de-darfur-a-extorsao.shtml

Apoie a comunidade da Avaaz!
Nós somos totalmente sustentados por doações de indivíduos, não aceitamos financiamento de governos ou empresas. Nossa equipe dedicada garante que até as menores doações sejam bem aproveitadas: Doe Agora

Um comentário:

  1. Amiga Aparecida, direi aqui o que disse em outro blog em relação ao racismo: " infelizmente, apesar de todo o avanço tecnológico ocorrido nas últimas décadas, o homem pouco ou nada evoluiu moralmente, haja vista estes e outros crimes que ocorrem a toda hora, mundo a fora"
    Um abração. Tenhas uma semana de paz.

    ResponderExcluir

Eles estão caçando gays