sexta-feira, 10 de janeiro de 2014

Tudo passa


Fomos a passagem de mais um ano findo.
Somos a esperança do ano que nasce.
Seremos o percurso de mais um ano que passará.
Somos a trajetória de um sopro projetado na noite da criação.
Somos as reminiscências do vento soprado nos dias sombrios da existência.
Somos o efeito da contagem do tempo refletida na nossa pele.
Somos a medida do tempo para consumo doméstico.
Somos o botão de controle daquilo que é incontrolável.
Somos o reflexo do que amamos e perdemos pelas curvas do caminho.
Somos o conjunto dos átomos transitórios que compõem a essência das estrelas.
Somos peregrinos galáticos, estagiando no planeta, a caminho da eternidade.
*******************************************************
Dilmar Gomes

Do Blog: Uma pitada de poesia
Obrigada, querido amigo Dilmar!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Eles estão caçando gays