Ato contra impeachment termina em quebra-quebra na Paulista


PM dispersou manifestantes com bombas alegando que roteiro do protesto não foi divulgado

Polícia Militar lança bombas de gás contra manifestantes pró-Dilma

Manifestantes fecharam na tarde desta segunda-feira duas pistas da Avenida Paulista em ato contra o impeachment da presidente afastada Dilma Rousseff. A manifestação começou pacífica e caminhava em direção ao Masp quando se deparou com um bloqueio policial. Alegando que o grupo não havia divulgado o itinerário do protesto, a PM dispersou o ato com uso de bombas de efeito moral. Teve início, então, o quebra-quebra: manifestantes atearam fogo a objetos no meio da via, impedindo o fluxo.
O protesto foi convocado por movimentos de esquerda ligados ao PT e ganhou o reforço de membros da CUT. Há manifestações também na Candelária, no Rio de Janeiro, e em Brasília.
 
http://veja.abril.com.br/brasil/ato-contra-impeachment-termina-em-quebra-quebra-na-paulista/

Comentários